CONTATO

João Maciel Cel/WhatsApp: (68) 99963-7272 Email: joaomacieltk@gmail.com

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Vidente prevê acreano ganhador da mega-sena, Ovnis no Juruá e internação de Bocalom


O vidente Valter Silva Ferreira, o Valter Arauto, administrador do grupo no Facebook intitulado Orákulo do Arauto, concedeu uma entrevista exclusiva ao ac24horas para falar sobre as previsões de 2021.

Em um vídeo, Arauto fala de eventos ufológicos, tremores vindo do Peru e da Bolívia, uma seca que atingirá todo o Acre, deu dois alertas ao prefeito eleito, Tião Bocalom (Progressistas) e também pontuou que o Acre terá um novo milionário do sorteio da Mega Sena e falou acerca da pandemia do novo coronavírus.

Arauto, que previu a chegada do coronavírus no início de 2020, afirmou que em 2021 será um ano de paz e que o vírus será erradicado do planeta. “Em janeiro agora, tudo começa a voltar ao normal. Então, vai dar certo, as vacinas, e gradualmente vai exterminar o vírus do planeta. O Acre pode ficar sossegado, que a incidência aí, será bem menor, vai cair gradualmente e tudo vai voltar ao normal”, afirmou.

Em relação a natureza, o vidente afirmou que o Acre ao contrário dos anos recentes sofrerá uma incrível seca que irá trazer consequências financeiras à população. “O interessante é que eu vi para o Acre, para as intempéries da natureza, é que vai ser diferente de alguns anos recentes. Vejo uma seca. O Rio Envira e o Xapuri vão estar muito abaixo do nível e consequentemente vai afetar a economia local. Por incrível que pareça, o Acre sofrerá uma incrível seca. O motivo pelo que eu sei pode ser um efeito da natureza, mas pode ser outros meios. Então fique atento”, argumentou.

Segundo Arauto, moradores dos municípios da região da serra da MOA irão sentir terremotos vindo do Peru e da Bolívia. “No mês de Abril vai acontecer um dos primeiros terremotos”, alertou.

Arauto previu que o Parque da Serra do Divisor terá eventos ufológicos e que atrairá turistas e pessoas de todo mundo para o Acre. “Pesquisadores de alto nível estarão vindo para o Acre devido a esses eventos ufológicos”, pontuou.

Em relação à política, Arauto afirmou que o prefeito eleito, Tião Bocalom, terá dois problemas no ano de 2021. “Um está ligado à educação, e o que eu vejo é grandes manifestações, greves, paralisações com conflito e o outro alerta é na área de saúde, vejo duas internações durante o ano, mas nada grave. Preste atenção a saúde”, alertou.

ac24h.

EMENDAS, CARGOS E MINISTÉRIOS: AS PROMESSAS DOS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA



O governo prevê gastar R$ 1,9 bi na eleição de Arthur Lira. Candidato de Maia fala em abertura de CPI
André Shalders

Para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), é extremamente importante conseguir colocar aliados no comando das duas Casas do Legislativo. Foto: Câmara dos Deputados / Câmara dos Deputados

O Ministério do Desenvolvimento Regional e a Secretaria de Governo da Presidência; R$ 1,9 bilhão em recursos públicos para obras e equipamentos; a volta do imposto sindical, e até a recriação do antigo Ministério do Esporte.

Estas são algumas das promessas e benesses que estão sendo negociadas na disputa política mais importante de 2021: a eleição para as presidências da Câmara e do Senado, marcadas para o começo de fevereiro.

Para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), é extremamente importante conseguir colocar aliados no comando das duas Casas do Legislativo. São os presidentes da Câmara e do Senado que pautam (ou não) os projetos de lei, as medidas provisórias e as propostas de emenda à Constituição (PECs) de interesse do Palácio do Planalto.

Além disso, o presidente da Câmara é o responsável por aceitar ou engavetar os pedidos de impeachment contra o presidente da República.

Tanto na Câmara quanto no Senado a votação é individual e secreta. Só os próprios parlamentares sabem em quem eles votaram.

Até agora, a disputa mais concorrida é a da presidência da Câmara. São dois os candidatos principais: Arthur Lira (PP-AL) é o líder do bloco do "Centrão" e concorre com o apoio do Palácio do Planalto; já Baleia Rossi (MDB-SP), líder do MDB, disputa como representante do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

No Senado, a situação é bem mais complexa: são vários os pré-candidatos, e nem o governo e na oposição fecharam apoio a um ou outro nome. Se apresentaram os senadores Eduardo Braga (MDB-AM); Fernando Bezerra (MDB-PE); Eduardo Gomes (MDB-TO); Simone Tebet (MDB-MS) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), entre outros.

Por Lira, Planalto negocia cargos

Como candidato do Palácio do Planalto, Arthur Lira conta com uma vantagem significativa sobre Baleia Rossi: o acesso a verbas, cargos comissionados e até ministérios que são manejados pelo Poder Executivo, e que podem ser liberados para deputados em troca de apoio.
Deputado Arthur Lira (PP-AL) Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

No começo de 2021, o Planalto planeja fazer uma pequena reforma ministerial — mudar a composição e os ocupantes de algumas das pastas, de forma a abrir espaço para aliados.

Em meados de dezembro, por exemplo, o presidente do Republicanos (antigo PRB), deputado Marcos Pereira (PRB-SP), anunciou apoio a Arthur Lira — mesmo sendo o atual vice-presidente da Câmara, ao lado de Rodrigo Maia. A mudança de lado de Pereira estaria condicionada a um ministério para o PRB, segundo alguns deputados. O presidente do Republicanos nega.

Arthur Lira faz campanha junto aos deputados prometendo distribuir nacos de poder — inclusive na definição da pauta de votações

Também em meados de dezembro, o Planalto chegou a acenar ao PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu presidente em 2018, com um ministério — no caso, com a recriação do antigo Ministério do Esporte.

No entanto, a conversa não foi adiante. O presidente do partido, o deputado Luciano Bivar (PE), acabou fechando apoio a Baleia Rossi.

Procurado pela BBC News Brasil, Bivar preferiu não comentar. O partido reforçou, porém, que não aceitará qualquer cargo ou ministério no governo Bolsonaro.

Outra arma no arsenal do governo são as verbas públicas cuja destinação pode ser decidida pelos deputados — é um mecanismo diferente daquele das emendas parlamentares, cuja execução atualmente é obrigatória.

Geralmente, as verbas são usadas para obras de infraestrutura urbana ou para a compra de equipamentos nas localidades onde os políticos têm votos.

Em meados de dezembro, por exemplo, o governo patrocinou a aprovação de um Projeto de Lei do Congresso (o PLN nº 29 de 2020) liberando R$ 1,9 bilhão para ações de quatro ministérios: Agricultura e Pecuária, Desenvolvimento Regional, Educação e Turismo. Segundo deputados de direita e de esquerda ouvidos pela BBC News Brasil, o objetivo da liberação de recursos era conquistar apoios para a candidatura de Arthur Lira.

Já as emendas parlamentares "tradicionais", inscritas no Orçamento da União, ainda não foram usadas para a barganha política — pelo menos, é o que mostram os dados disponíveis até o dia 29 de dezembro de 2020.

Até aquela data, o governo tinha empenhado, em dezembro, R$ 191,2 milhões para deputados dos partidos que apoiam Arthur Lira (214 deputados). Ou seja, cerca de R$ 893 mil para cada representante.

Enquanto isso, os integrantes das siglas que apoiam Baleia Rossi viram a liberação de R$ 344,3 milhões (para 281 deputados). Ou seja, uma média de R$ 1,2 milhão para as emendas de cada um deles.

Os dados são do sistema Siga Brasil, desenvolvido pelo Senado Federal, e foram sistematizados pela reportagem da BBC News Brasil.

Enquanto isso, o próprio Arthur Lira faz campanha junto aos deputados prometendo distribuir nacos de poder — inclusive na definição da pauta de votações. Se eleito, o alagoano promete fazer reuniões com os líderes partidários para definir o que a Câmara votará na semana seguinte. Estas reuniões já foram comuns na Câmara, no passado, mas foram abandonadas na gestão de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Baleia Rossi: cargos na mesa e até abertura de CPIs

Sem acesso à máquina do Executivo, o adversário de Arthur Lira, Baleia Rossi (MDB-SP), precisa trabalhar com a expectativa de poder dentro da própria Casa — como a distribuição de cargos na Mesa Diretora e o compromisso de pautar certos temas caros aos partidos que o apoiam.
Baleia Rossi participa de reunião com virtual com líderes de oposição Foto: Divulgação / MDB

Na última semana de 2020, Rossi promoveu uma reunião (virtual) com os líderes dos partidos de oposição. Durante o encontro, ele prometeu às siglas de esquerda tomar atitudes para viabilizar o trabalho dos oposicionistas: instalar Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) quando necessário; colocar em votação os projetos de decreto legislativo (PDLs) que são usados para barrar iniciativas do Poder Executivo chefiado por Bolsonaro; e assegurar espaço para estes partidos na Mesa Diretora.

Além disso, Rossi também acenou aos partidos de oposição com a possibilidade de pautar projetos importantes para estes grupos. O PT, por exemplo, quer que a Câmara discuta a forma de financiamento das centrais sindicais — inclusive com a possível volta do imposto sindical. O partido deve decidir se apoiará Baleia Rossi em 4 de janeiro de 2021.

Há um aspecto no qual Lira se sobressai diante de Baleia Rossi: até o momento, o paulista possui mais partidos em seu bloco de apoio que o rival alagoano. Com isso, poderá indicar mais cargos na Mesa Diretora da Câmara — e estes cargos, por sua vez, podem ser usados para assegurar o apoio dos partidos.

Com isso, o emedebista poderá indicar os principais cargos, como os de 1º vice-presidente (que substitui o chefe da Câmara em suas ausências) e o de 1º secretário (uma espécie de "prefeito" da Câmara, que controla o orçamento multimilionário da Casa).

Atualmente, estas duas posições são disputadas pelo PT (53 deputados) e pelo PSL (também com 53). Caso este último partido fique com a 1ª vice-presidência, o posto será ocupado por Luciano Bivar, segundo apurou a BBC News Brasil.

Lei Aldir Blanc: Prefeitura de Brasileia paga mais de R$ 180 mil para artistas locais


A Prefeita Fernanda Hassem, acompanhada da Secretária de Cultura Nazaré, realizou na tarde de terça-feira (29), a entrega dos certificados aos fazedores de cultura local contemplados com a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc do Governo Federal. Através dos editais do 1º Prêmio de Cultura Brasileense e Auxilio Emergencial aos espaços e territórios culturais.

Ao todo 28 artistas foram beneficiados são eles: Artesões, Músicos e Espaços Culturais. Os benefícios foram adquiridos através da Lei Federal de Nº 14.017 para garantir uma renda emergencial para os trabalhadores da cultura e manutenção dos espaços culturais brasileiros durante o período da pandemia.

A Prefeita Fernanda Hassem destacou a importância do auxilio para os artistas locais. “A lei Aldir Blanc veio em um momento muito oportuno, nós da prefeitura de Brasileia realizamos todos os tramites necessário para que os fazedores de culturas fossem beneficiados. Foram 188 mil reais distribuídos para os 28 artistas do município. Aproveito para cumprimentar e agradecer todo o esforço da nossa equipe em nome da secretária Nazaré, para que Brasileia fosse contemplada”, destacou Fernanda Hassem.

O presidente Jair Bolsonaro prorrogou o auxilio da Lei Aldir Blanc até 31 de dezembro de 2021. O projeto da Câmara destina R$ 3 bilhões aos profissionais do setor.

Para o artista Toinho Sacanagem o auxilio é uma forma de reconhecimento pelo trabalho que realizam. “O auxilio com os certificados para mim é o reconhecimento do trabalho prestado, nesse ano que as coisas não foram fáceis tivemos que parar trabalhar devido a pandemia a lei do auxilio emergencial para cultura vai ajudar muitos artistas. Quero agradecer a Deus por essa oportunidade, ao governo federal e a prefeitura em nome da prefeita Fernanda e da secretária de cultura Nazaré”, falou Toinho Sacanagem.

ac24h.

Governo federal prorroga prazo e recursos da Lei Aldir Blanc poderão ser usados em 2021


O governo federal prorrogou o prazo para utilização dos recursos da Lei Aldir Blanc. Com isso, secretários de cultura de cada cidade e estado terão até o próximo ano para empregar os mais de R$ 2 bilhões ainda não utilizados em socorro ao setor cultural para minimizar os impactos provocados pela pandemia de Covid-19.

A Medida Provisória 1.019, que autoriza a extensão do prazo, foi publicada nesta quarta-feira, 30/12, no Diário Oficial da União. Até que a medida fosse tomada, a Lei Aldir Blanc exigia que as ações e projetos apoiados com tais recursos fossem executados pelos estados e municípios até o fim de 2020.

No entanto, para serem utilizados no próximo ano pelos secretários de cultura locais, os recursos precisam ser empenhados ainda neste ano, ou seja, comprometidos em orçamento ainda no exercício de 2020. E, desta forma, poderão ser executados e pagos em 2021. Assim, a MP não representa aumento de gastos públicos.

Ao todo, o Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, repassou R$ 3 bilhões a estados e municípios. Contudo, cerca de 65% destes recursos ainda não foram utilizados pelos gestores locais em apoio à cultura brasileira, uma das mais afetadas pela pandemia de Covid-19.

O Acre ficou responsável por gerir e aplicar R$ 16,4 milhões. No último dia 21 de dezembro, a Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), órgão gestor das políticas culturais do estado, publicou no Diário Oficial (DOE) as listas de convocação dos últimos classificados nos editais de fomento totalizando 431 propostas culturais contempladas e um montante de mais de R$ 12 milhões em projetos.

Na ocasião, o presidente da FEM, Manoel Pedro, o Correinha, explicou que os instrumentos lançados foram construídos conjuntamente com a classe artística e que cada segmento teve oportunidade de demonstrar os prejuízos sofridos durante a pandemia, bem como as necessidades de seu setor.

“Decidimos, desde a sanção da lei, instituir uma comissão interna responsável por dialogar diretamente com os profissionais da cultura, que são os principais beneficiários. Realizamos escutas individuais com os segmentos e abrimos, além disso, um formulário de consulta pública para envio de propostas formalizadas”.

LEI ALDIR BLANC – Os recursos da Aldir Blanc garantem uma renda emergencial a profissionais do setor, como artistas, contadores de histórias e professores de escolas de arte e capoeira, paga por meio dos governos estaduais e DF em três parcelas mensais de R$ 600.

Também podem ser utilizados por estados e municípios para pagamento de auxílio mensal para manutenção de espaços artísticos como circos, escolas de música, arte e danças, museus e bibliotecas comunitárias. Este subsídio tem valor mínimo de R$ 3 mil e máximo de R$ 10 mil.

*Com informações da Agência de Notícias do Turismo e Agência de Notícias do Acre.

TARAUACÁ: A exemplo dos artistas e fazedores de cultura, desportistas repudiam a gestão de Marilete Vitorino.

A exemplo dos artistas e fazedores de cultura de Tarauacá, quem também se manifestou desta vez foram os desportistas, que repudiaram e reprovaram a gestão da prefeita Marilete Vitorino.

Os mesmos dizem que a prefeita abandonou as práticas esportivas no município.

Abandonou nossos espaços para pratica esportiva, não valorizou os campeonatos e torneios, os lutadores, capoeiristas etc... O exemplo disso É O nosso estádio de futebol e ginásio coberto, que se encontram em situação calamitosa, além das quadras de grama sintética e demais.

Os desportistas dizem que foi a pior gestão dos últimos tempos na área esportiva, e que a exemplo do que já foi dito pelos artistas de Tarauacá, esperamos que essa VÁ E NÃO RETORNE NUNCA MAIS.

Damos as boas-vindas a nova gestão da prefeitura de Tarauacá e esperamos que essa valorize o esporte, que se encontra abandonado.


Tarauacá sempre foi um celeiro de bons atletas, um exemplo na área esportiva, nos dava orgulho ver nossas seleções jogar, no entanto já há algum tempo não podemos nos orgulhar, e sim lamentar pelo total abandono ao esporte no município...  Disse o desportista José Souza.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Bolsonaro bate recorde e fecha o ano sendo alvo de 51 pedidos de impeachment



Jair Bolsonaro encerrou 2020 com mais pedidos de impeachment recebidos por um presidente em um ano
29 de dezembro de 2020, 22:06 h Atualizado em 29 de dezembro de 2020, 22:33

247 - Jair Bolsonaro fechou 2020 com mais pedidos de impeachment já recebidos por um presidente em um ano no Brasil desde a redemocratização. Foram 51 pedidos impetrados na Câmara dos Deputados.

Com o número, Bolsonaro ficou à frente de Dilma Rousseff — com 37 pedidos em 2015 —, Fernando Collor — que somou 24 em 1992 —, e Michel Temer — com 23 em 2017, informa o colunista Guilherme Amado, da Época.

Cuba anuncia que imunizará sua população contra Covid-19 com vacina própria em 6 meses



Estudos ainda vão avançar para fase 2 em janeiro; 143 pessoas morreram na ilha pela pandemia

HAVANA — O diretor do Instituto Finlay de Vacinas (IFV) de Cuba, Vicente Vérez Bencomo, afirmou que o país irá "imunizar a população cubana contra o vírus SARS-CoV-2 no primeiro semestre de 2021", segundo o jornal oficial Granma desta terça-feira.

Vérez fez a declaração na presença do presidente cubano Miguel Díaz-Canel durante uma visita ao IFV, onde são preparadas as duas principais vacinas cubanas candidatas contra a Covid-19: Soberana01 e Soberana02.

Bencomo ressaltou que ambas tiveram bons resultados de segurança e resposta imune, mas “a Soberana02, em específico, devido às suas características, tem mostrado uma resposta imune precoce (aos 14 dias), o que nos permite passar para a Fase 2 do ensaio clínico mais rapidamente".

A vice-presidente eleita dos Estados Unidos, Kamala Harris, recebe uma dose da vacina contra a COVID-19 no United Medical Center, em Washington Foto: ALEX EDELMAN / AFP
Deborah Cross aplica a vacina da Pfizer-BioNTech contra Covid-19 no enfermeiro gerente clínico Bernie Waterhouse no St James's Hospital, em Dublin, capital da Irlanda. País deu início nesta terça-feira (29) ao programa de vacinação contra o coronavírus com equipe em quatro hospitais em toda a República Foto: MARC O'SULLIVAN / AFP
Estefania Zeurnja, 29, é inoculada com dose da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus, no hospital Dr. Pedro Fiorito, em Avellaneda, arredores de Buenos Aires, Argentina. O país, que iniciou sua campanha de imunização nesta terça-feira, é o primeiro das Américas a usar o imunizante produzido pela Rússia Foto: AGUSTIN MARCARIAN / REUTERS
Annie Lynch, uma mulher de 79 anos de Dublin, é aplaudida pela equipe após se tornar a primeira pessoa a receber a vacina Pfizer BioNTech COVID-19 no St James's Hospital ao lado de profissionais de saúde do hospital que foram também vacinados Foto: MARC O'SULLIVAN / AFP
Idosa deixa uma estação de vacinação em Moscou nesta terça, quando a Rússia passou para segunda etapa de vacinação, imunizando, agora, pessoas com mais de 60 anos Foto: NATALIA KOLESNIKOVA / AFP

Um profissional de saúde segura um frasco da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19 na casa de saúde Protypos Nikios Xenonas, em Nicósia, Chipre Foto: CHRISTINA ASSI / AFP
Mulher recebe uma injeção durante a primeira fase de ensaio de uma vacina iraniana produzida localmente contra o coronavírus na capital do Irã, Teerã Foto: - / AFP
O Arcebispo Chrysostomos II de Chipre recebe sua primeira dose da vacina Pfizer-BioNTech COVID-19 no Centro de Saúde Latsia, no sul de Chipre Foto: CHRISTOS AVRAAMIDES / AFP
Militar das Forças Coreanas dos Estados Unidos recebe a primeira rodada da vacina Moderna na Base Aérea de Osan, ao sul de Seul, na Coreia do Sul Foto: HANDOUT / AFP
Homem recebe dose de vacina contra coronavírus em Dubai, Emirados Árabes Foto: ABDEL HADI RAMAHI / REUTERS
A médica especialista Anita Kaleja recebe a vacina Pfizer / BioNTech quando a Letônia inicia a vacinação contra a COVID-19, no hospital em Ventspils, Letônia Foto: INTS KALNINS / REUTERS


Elm janeiro, cerca de 1.000 voluntários serão vacinados com a Soberana02, “para posteriormente, após as avaliações e autorizações exigidas, entrar na Fase 3” com a participação de cerca de 150 mil pessoas em Havana, de acordo com Bencomo.

Segundo ele, negociações também estão progredindo para desenvolver a fase 3 do ensaio clínico Soberana 02 em outros países, devido à baixa prevalência de Covid-19 na população cubana.


O Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia também trabalha em duas outras vacinas candidatas contra a Covid-19, batizadas de Mambisa e Abdala.

Cuba, com 11,2 milhões de habitantes, registrou, até domingo, 11.434 casos e 143 mortes pela Covid-19.

DEPUTADO DR. JENILSON TEM PARTICIPAÇÃO ATIVA NO APOIO AS PESSOAS ATINGIDAS PELAS ENCHENTES EM TARAUACÁ.



Visitando e prestando apoio às famílias das áreas de alagamento. “AJUDANDO COMO DAR, COM NOSSOS PARCEIROS NESSE MOMENTO DIFÍCIL”. assim escreveu Jenilson em sua rede social.

Jenilson visita e presta apoio a famílias de áreas alagadas em Tarauacá.

O deputado estadual Jenilson Leite se encontra visitando e prestando apoio aos moradores de bairros afetados pela cheia do rio Tarauacá. A enchente afeta mais de 18 mil pessoas e deixou quase 60% da cidade submersa. 

O deputado distribuiu água potável, sopa e cloro para os moradores, com o apoio da presidente da Associação de Moradores do Bairro. Ação contou ainda com o apoio dos gabinetes do deputado Edvaldo Magalhães , da deputada federal Perpétua Almeida , dos vereadores Lauro Benigno de Souza , José Sidenir , Manoel Monteiro; bem como do SINTEAC, Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e a Cooperativa Agro-extrativista. 

Na quarta-feira, 30, o deputado continuará visitando as pessoas dos demais bairros afetados. Além da distribuição de água, Leite está no município para prestar assistência médica. 

Na segunda-feira, 28, o parlamentar tinha solicitado ao governador Gladson Cameli que encaminhasse assistência aos moradores afetados pela cheia. 

Segundo Jenilson, é importante que todas as forças políticas e sociais se unam para auxiliar a população tarauacaense. 

" A população tarauacaense precisa de união de todos os agentes públicos, é preciso a gente ajudar independente de qualquer questão, pois como diz o poeta, o que se leva da vida é... A vida que se leva.
Desta vida nada se leva... A não ser a vida que se leva... Só se deixa... Então, temos que deixar o melhor de nós...”disse Jenilson.

Jenilson agradeceu os parceiros, que de algum modo estão ajudando nesse momento difícil, “estamos transportando água em caixas d’água, agradecemos o empresário Tonga pelo apoio, mas é preciso que o Governo do Estado e Prefeitura de Tarauacá coloquem caminhões pipas para ajudar nossos povo”.



CRAQUE DE FUTEBOL WILILIAN RADAMES PRESTA SOLIDARIEDADE AS FAMILIAS ATINGDAS PELAS ENCHENTES.


Não diferente de boa parte da população de Tarauacá que prestam solidariedade as famílias atingidas pelas fortes cheias do Rio Tarauacá e Muru.
O craque de futebol willian Radames que mora fora do munícipio e joga futebol profissional, também prestou sua solidariedade a população mais carente do munícipio. Radamés distribuiu cestas básicas e visitou os atingidos.

Assim escreveu em sua rede social: "Hoje realizei uma ação onde doamos 40 cestas básicas, sigo buscando ajudar as pessoas da minha comunidade, tenho fé que isso tudo vai passar, e teremos dias melhores pela frente! aqui tudo foi de coração! #forçatarauacá







FAZEDORES DE CULTURA DE TARAUACA DIZEM “JÁ VAI TARDE” Á GESTAO DA PREFEITA MARILETE.


Artistas, agentes e fazedores Culturais de Tarauacá escrevem carta “CULTURA E ESPORTE DE TARAUACA PEDE SOCORRO”.

Carta aberta a população de Tarauacá:

Nós artistas, agentes e produtores culturais vimos a público para informar a população sobre o abandono que vemos sofrendo da atual gestão da prefeitura de Tarauacá.

Salientamos que os movimentos culturais de todo país, em uma demonstração de organização e força inédita conseguiram aprovar uma Lei, que permitiu socorrer os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, os espaços, grupos e movimentos culturais, A LEI DE EMERGÊNCIA CULTURAL ALDIR BLANC, passou pelo congresso, pelo senado e pela sanção do governo federal e em Tarauacá foi desprezada pela a atual gestão que se despede e não deixa nenhuma falta.

Em torno de 300 mil reais seria o valor que Tarauacá iria receber.

E para onde foi esse recurso? Pasmem acreditamos que deve ter retornado ao Governo Federal, tendo em vista que a prefeitura não se organizou, sequer montou uma comissão para acompanhar, não realizou nenhuma consulta ou audiência pública para discutir essas questões com os agentes culturais, fazedoras e fazedores de cultura, o que é um fato inadmissível, perante uma Lei que foi concebida em um processo tão democrático e com forte participação social.

Até tentamos nos organizar, mas sem a participação do poder público municipal e da secretaria de cultura tornou-se muito difícil.

Estamos chegando ao final do ano e da pandemia e nenhuma medida concreta foi apresentada, pelo município, para nós fazedores e fazedoras de cultura, os primeiros a interromper nossas atividades e com certeza os últimos a retomá-las, frente à CALAMIDADE PÚBLICA que estamos vivendo.

A gestão que se encerra abandonou a cultura de Tarauacá, sequer houve um planejamento das ações para fomento das atividades culturais, onde durante esses 4 anos sequer apresentou nenhum plano de ação para o setor cultural do município, o exemplo disso é nosso centenário teatro José Potiguara, que passou 4 anos de portas fechadas jogado ao léu, um descaso total, as atividades do festival de verão, a expo Tarauacá, festival do abacaxi, aniversário da cidade, festas caipiras, festivais de canção e demais... tudo foi esquecido pela prefeita de Tarauacá.

Parabéns aos gestores dos demais município do Acre que se organizaram e de certo modo fizeram com que os fazedores de cultura não ficassem de fora da lei Aldir Blanc, fato que nos deixou muito triste, e ao mesmo tempo feliz ao ver nossos amigos de outros municípios realizando suas lives e podendo ter uma renda durante esse período de calamidade.

Quanto a gestão da prefeita Marilete de Tarauacá o que temos a dizer é que “JÁ VAI TARDE”. essa que foi a pior gestão para cultura da historia de nosso munícipio.

Quando a nova gestão que se avizinha, esperamos que estes tenham uma atenção mínima, e que valorizem as atividades culturais em nosso município.

Artistas e Fazedores de cultura de Tarauacá.

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

estudos apontam que covid-19 pode diminuir tamanho do pênis;


Muitas são as sequelas que uma pessoa que contraiu o covid-19 pode apresentar, de fadiga a outros sintomas como a trombose ou simplesmente alguns lapsos na memória.

Para a infectologista, integrante do COE/MS, Mariana Croda, que participa de um projeto de pesquisa sobre o assunto, as sequelas podem atingir inclusive pacientes com poucos sintomas ou assintomáticos. “A principal é a fadiga, esse cansaço, que pode durar alguns meses, mas é algo persistente. Vale ressaltar que ainda não temos um acompanhamento a longo prazo para definir qual o período que essas sequelas ficam, e se elas são permanentes, ou não”.

Porém pesquisadores, iniciaram um estudo que investiga sequelas de longo prazo causadas pela Covid-19 concluiu que a doença pode diminuir o tamanho do pênis.

O estudo iniciado há sete meses acompanhou a doença em mais de 3 mil pacientes infectados pelo vírus em 56 países.

Ao todo, 3% dos homens relataram uma diminuição no tamanho de seu órgão genital, 15% relataram algum tipo de disfunção sexual e 11% relataram dor nos testículos.

A pesquisa, que foi iniciada em abril, foi feita por voluntários e membros de um grupo de apoio.

Segundo informações, a pesquisa foi publicada no último domingo (27) na revista científica MedRxiv.

Conduzido em mais de 3 mil pacientes de 56 países, o estudo mostrou que 3% dos homens envolvidos na pesquisa relataram uma diminuição no órgão genital, 11% deles relataram dor nos testículos e 15% disseram que tiveram algum tipo de disfunção sexual.

Das mulheres que participaram no estudo, 26% que ainda menstruam contaram que o ciclo menstrual ficou irregular e outras 36% relataram algum problema menstrual. 8% delas relatou algum tipo de disfunção sexual.

O estudo também avaliou outras sequelas, não somente as do sistema reprodutivo. Entre 75% e 80% dos voluntários relataram ainda sentir fadiga, mesmo após sete meses de recuperação. Até 75% relatou mal-estar após algum esforço e 52% a 59% dos voluntários relataram alguma disfunção cognitiva.

Dificuldades neurológicas como as de concentração foram relatadas por 75% do voluntários, seguida por dificuldade de raciocínio, com 65%. Também 73% dos pacientes relataram problemas de memória. Dentre estes, a maioria (65%) relatou problemas com a memória de curto-prazo e 35% teve problemas com memórias mais antigas.

Uma das autoras do estudo, a pesquisadora Hannah Davis, ficou surpresa com a perda de memória em grupos de diferentes idades, dos mais novos aos mais idosos. “Uma das maiores descobertas para mim foi que não houve diferença na idade para a disfunção cognitiva, perda de memória ou impacto disso na vida diária! Isso aconteceu com tanta frequência no grupo de 18 a 29 anos quanto no grupo com mais de 70 anos”, escreveu.

O estudo que conta com voluntários e membros de um grupo de apoio que se dedica a investigar os efeitos a longo prazo da Covid-19 desde abril. A pesquisa ainda precisa ser revista pro pares da ciência.

IFAC TARAUACA ABRE PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS.


Caros amigos, o nosso campus está ofertando cerca de 80 vagas para Cursos técnicos subsequentes na área de Administração e Serviços Públicos!!!

Link para Inscrição
https://selecoes.ifac.edu.br/inscricao/20/

Link do Edital
https://portal.ifac.edu.br/.../categ.../edital/arquivos/399/

👉Lembrando que a inscrição irá até domingo dia 03/01👈

PRORROGADA A LEI ALDIR BLANC

Estados e municípios precisam empenhar e inscrever em restos a pagar os recursos da Lei até quinta feira 31/12.

O governo federal anunciou que será publicada a Medida Provisória que prorroga a execução dos recursos da Lei Aldir Blanc ao longo de 2021. A decisão contempla apenas os estados e municípios que consigam empenhar e inscrever em restos a pagar os recursos até o dia 31/12/2020.

Foram intensos os esforços de parlamentares, gestores públicos de cultura e agentes culturais de todo o país que se mobilizaram exigindo uma redação mais ampla, que abrangesse todo o volume de recursos transferidos em 2020 (cerca de R$ 3 bilhões).

Lamentavelmente não foi esta a decisão do governo federal. A perspectiva de devolução desta verba emergencial ao Tesouro Nacional é uma amarga notícia para trabalhadores e trabalhadoras da cultura em todo o país, no apagar das luzes de um ano já tão difícil. Segundo a Deputada Federal Jandira Feghali, relatora da Lei Aldir Blanc, "será preciso intensa mobilização dos gestores de cultura para intensificar ao máximo o esforço pelo empenho global dos recursos no sentido de que a devolução seja a menor possivel. E no ano que vem lutaremos para que estes recursos não sejam devolvidos ao Tesouro Nacional, e sim investido na cultura." Em um ano onde não houve outros recursos orçamentários liberados pelos Fundos Nacional de Cultura (FNC) e do Audiovisual, onde se criaram restrições absurdas à Lei de Incentivo Fiscal, a Lei Aldir Blanc foi a única politica cultural, de iniciativa da sociedade e do parlamento, que garantiu investimento em larga escala a um dos segmentos mais atingidos pelas consequências sociais e econômicas da pandemia.


Que nenhum recurso seja devolvido!


Ninguém solta a mão de ninguém!


Saudações Culturais! *


Escola de Políticas Culturais Articulação Nacional de Emergência Cultural









Postado por Raimundo Accioly

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Família quer abrir a Fundação Giovanni Acioly para ensinar música a crianças de Tarauacá


Familiares do radialista e cantor Giovanni Acioly, que faleceu no início do último mês de novembro vítima de um acidente de carro, anunciaram na noite desta segunda-feira, 21, que pretendem implantar um projeto para carregar o legado deixado pelo artista que se foi aos 33 anos. A ideia é abrir a Fundação Giovanni Acioly, conforme informou o pai, o jornalista Raimundo Acioly.

“No próximo ano eu e minha família vamos procurar apoio dos poderes públicos e da iniciativa privada para a implantação do projeto de uma fundação, que levará o nome do Giovanni Acioly”. Segundo a família, o principal objetivo do projeto será ensinar a arte da música para crianças e jovens carentes da cidade de Tarauacá, onde nasceu Giovanni.

“Além de arte, receberão ensinamentos tendo como fundamento a promoção da cidadania. Que o legado do meu filho possa transformar vidas através da arte”, disse o pai.

Giovanni teve a morte cerebral após sofrer traumatismo craniano depois de bater o carro que dirigia contra uma carreta estacionada em frente ao antigo hospital da cidade de Tarauacá. A morte do cantor comoveu milhares de pessoas pelo estado do Acre.

ac24h.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

Lei Aldir Blanc: FEM convoca últimos classificados e supera R$ 12 milhões em projetos culturais aprovados



O governo do Acre, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), órgão gestor das políticas culturais do Estado, publicou no Diário Oficial desta segunda-feira, 21, as listas de convocação dos últimos classificados nos editais de fomento, totalizando 431 propostas culturais contempladas e um montante de mais de R$ 12 milhões em projetos.

Os recursos são provenientes da Lei Federal nº 14.017/2020 (Lei Aldir Blanc), sancionada em 29 de junho pelo presidente da República Jair Bolsonaro e que dispõe sobre ações emergenciais destinadas ao setor cultural a serem adotadas durante o estado de calamidade pública.

No segundo semestre, a União transferiu R$ 3 bilhões a Estados e Municípios para financiamento dessas ações. O Acre, por sua vez, é responsável por gerir e aplicar R$ 16.460.345,70 até o dia 31 de dezembro deste ano.

Cumprindo com os dispostos no inciso 3º do artigo 2º da referida lei, a FEM publicou, no dia 4 de novembro, 7 editais de fomento voltados ao financiamento de projetos culturais em diferentes segmentos: arte e patrimônio, audiovisual, cultura afro-brasileira, culturas tradicionais e populares, formação, produção e eventos consolidados e povos originários do Acre.A Lei Aldir Blanc segue parte das regras de concessão do auxílio emergencial geral do governo federal, mas é vedada sua concessão cumulativa aos trabalhadores que já tenham recebido o benefício Foto: Cedida

O presidente da FEM, Manoel Pedro, o Correinha, explica que os instrumentos lançados foram construídos conjuntamente com a classe artística e que cada segmento teve oportunidade de demonstrar os prejuízos sofridos durante a pandemia, bem como as necessidades de seu setor.

“Decidimos, desde a sanção da lei, instituir uma comissão interna responsável por dialogar diretamente com os profissionais da cultura, que são os principais beneficiários. Realizamos escutas individuais com os segmentos e abrimos, além disso, um formulário de consulta pública para envio de propostas formalizadas. Com base nesses dados levantados, foi que pudemos construir cada um dos editais lançados”, explica.

Correinha ressalta que parte do recurso foi destinado também ao inciso 1º da lei, que concede renda emergencial mensal aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura.

“Até o presente momento, o governo do Estado pagou R$ 345 mil aos dois primeiros lotes de cadastros aprovados pelo Dataprev, e efetuará até o final de dezembro o pagamento dos dois últimos lotes”, garante o presidente.

A Lei Aldir Blanc segue parte das regras de concessão do auxílio emergencial geral do governo federal, mas é vedada sua concessão cumulativa àqueles trabalhadores que já tenham recebido o benefício. No Acre, a solicitação do auxílio ocorreu por meio de um cadastro online, que ficou disponível no portal de cultura do governo (www.femcultura.ac.gov.br) até o dia 10 de dezembro.
Aporte de mais de R$ 1 milhão para o audiovisual

Uma das grandes conquistas do setor cultural no Acre, entre os sete editais lançados pela FEM, é o edital nº 003/2020 voltado à seleção de propostas oriundas da produção acreana de obras audiovisuais.

Atendendo a uma demanda da categoria, o governo publicou um edital específico para o setor num montante de R$ 1.049.000,00 e nesta segunda-feira publicou um ato de remanejamento de R$ 610 mil, proveniente da sobra de recursos de outros instrumentos, com o objetivo de contemplar cem por cento dos classificados no edital, totalizando 50 projetos, entre pessoas físicas e jurídicas.

Segundo Rose Farias, conselheira do setor de audiovisual no Conselho Estadual de Cultura, o último edital específico para o segmento no Acre foi lançado no ano de 2014, o que reforçou ainda mais a necessidade do montante pactuado entre produtores e governo do Estado.

“Sabemos das dificuldades enfrentadas pelo nosso segmento, por isso defendemos desde o começo a importância de lançar um edital que pudesse atender às suas especificidades e que fosse compatível com o nosso custo de produção. Ficamos felizes que a FEM entendeu essa realidade e atendeu à nossa proposta, que foi apresentada durante as escutas”, disse Rose.

O governo publicou um edital específico para o setor num montante de R$ 1.049.000,00 e nesta segunda-feira publicou um ato de remanejamento de R$ 610 mil Foto: Cedida

Na última sexta-feira, 19, o presidente da FEM recebeu as conselheiras de cultura Isabelle Amsterdam e Rose Farias, que entregaram uma carta de agradecimento ao governo, e de sensibilização para demandas específicas do setor. Entre os pedidos dos artistas está o de remanejamento da sobra de recursos de um edital para outro, medida que foi atendida pela FEM e oficializada no Diário Oficial desta segunda-feira.

Conjunção entre Júpiter e Saturno poderá ser vista a olho nu nesta segunda (21)


Os dois maiores planetas do sistema solar ficarão alinhados e será possível observar – a olho nu – a chamada "Estrela de Natal". Fenômeno poderá ser visto novamente após quase 800 anos. Como todo evento astronômico, sua visibilidade dependerá das condições climáticas.

Nesta segunda-feira (21) à noite, acontece um fenômeno raro no céu: a conjunção entre Júpiter e Saturno. Os dois maiores planetas do sistema solar ficarão alinhados e será possível observar – a olho nu – a chamada "Estrela de Natal" ou a "grande conjunção", que é a maior aproximação visível entre eles desde a Idade Média.

Segundo astrônomos, Júpiter e Saturno estiveram tão próximos pela última vez em 1623. O fenômeno mais similar, porém, ocorreu no século 13, há quase 800 anos.

A conjunção será visível de quase todos os lugares da Terra, após o pôr do sol. Como todo evento astronômico, sua visibilidade dependerá das condições climáticas. Devido à sua luminosidade, pode ser visto sem binóculo ou telescópio.

"Devemos olhar na direção do pôr do sol. Logo depois do pôr do sol, a gente vê um pouco mais acima do horizonte. Fica mais visível num horizonte mais limpo", explica Felipe Navarete, pesquisador do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP (IAG-USP).

Quem observar o céu conseguirá ver um "disco duplo", como descrevem os astrônomos. Quem tiver um telescópio, conseguirá ver até mesmo os anéis de Saturno e os cinturões de Júpiter, uma vez que ambos os astros estarão mais próximos da Terra também.

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar e conta com 66 satélites naturais — Foto: Nasa

800 anos depois

Uma conjunção tão próxima entre os astros teria ocorrido em 16 de julho de 1623.

Segundo o astrônomo Patrick Hartigan, da Universidade de Rice (EUA), o ocorrido pode ser mais antigo ainda. Em entrevista à BBC em novembro, ele afirmou que um alinhamento tão próximo pode ter ocorrido em 4 de março de 1226.


Hartigan explicou à agência britânica que quem perder a "grande junção" entre Júpiter e Saturno terá uma nova oportunidade de assistir a olho nu o balé dos dois astros somente daqui a 60 anos.

"Aqueles que preferirem esperar e ver Júpiter e Saturno tão perto e mais acima no céu noturno terão que aguardar até 15 de março de 2080. Depois disso, a dupla não fará aparição semelhante até depois de 2400", diz Hartigan à BBC.

A raridade do fenômeno, segundo os astrônomos, é explicado pelo próprio movimento dos dois planetas, além do da Terra: enquanto o nosso planeta leva um ano para dar uma volta no Sol, Júpiter leva 12 anos e, Saturno, 30 anos.

Assim, após 21 de dezembro, Júpiter e Saturno voltarão a se distanciar e já não será mais possível ver o movimento da Terra.

G1.

Pastora diz que mulher que geme NA CAMA vai para o inferno


De acordo com seu relato no vídeo que ela recebeu revelações de Jesus sobre como deveria ser a relação íntima de um casal. Segundo a pastora, Jesus teria dito para ela que o leito do casal deve ser silencioso durante as relações mantidas.

De acordo com a pastora, jesus teria dito para que na cam@ só vale apaí e mamãe e em silêncio. De acordo com
Ela disse que Jesus havia revelado a ela que DEUS não gosta de ouvir gemidos ou outras coisas durante o relacionamento.

A suposta pastora vez a divulgação em seu canal do youtube e em poucas horas foi criticada até mesmo por pastores. Mas no entanto a mulher fez uma serie de criticas e afirmações considerada até mesmo delírios. Mas veja o vídeo abaixo e tire suas conclusões.

De acordo com a pastora a mulher que tem um barquinho e quer um Titânic vai ser castigada no inferno. Segundo as afirmações da pastora, ela disse que o leito deve ser silêncioso.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

Após trair o marido, mulher engasga com pênis do amante e vai parar no hospital


Uma mulher que não teve a identidade revelada, foi parar em um hospital após um incidente em um motel, ela acabou se engasgando durante o sexo oral com o amante.

De acordo com informações, o marido da mulher estava em casa assistindo o jogo quando foi pego de surpresa com a ligação do amante informando que sua esposa estava engasgada.

O amante desesperado, ligou para o marido da mulher. “Eu estava tão desesperado que peguei o celular dela e liguei para o primeiro número que eu vi, que era o do marido dela!”.

Porém, pensando em se tratar de um trote o homem não deu atenção a ligação e continuou a assistir o jogo.

Em um curto espaço de tempo, funcionários do motel ligaram para ele confirmando o fato o que deixou o homem furioso.

A mulher foi levada às pressas ao hospital e logo após teve alta.

6 coisas que você (provavelmente) não sabe sobre sexo


Idealizada por um fabricante de preservativos, o Dia do Sexo é comemorado em 6 de setembro. Apesar das relações envolverem muito prazer, o ato sexual traz algumas curiosidades e bizarrices que não podem ficar de fora. A escolha do dia no calendário, não poderia ser mais proposital: 6/9, uma clara alusão à famosa posição sexual. Reunimos algumas informações sexuais inusitadas e montamos uma lista com seis curiosidades, pesquisas e recordes para você desbravar esse dia selvagem.
06) Ato solitário

Uma pesquisa realizada pelo YouPix, com dados coletados através do Google Insights, mostra a preferência sexual do brasileiro de acordo com cada estado. Segundo análise, Pernambuco tem em primeiro lugar o termo “masturbação”. Aparentemente, o interesse dos pernambucanos pelo prazer solitário é o maior do Brasil.

05) Se dois é bom, três é melhor ainda

O termo francês Ménage à trois, que significa o ato sexual realizado entre três pessoas, deixou o Brasil no topo da lista de pesquisa. Segundo o Google Trends, ferramenta que acompanha pesquisas realizadas na internet, mostra que o país fica, disparadamente, em primeiro lugar buscando o termo, seguido por Portugal e Paraguai.

04) Quebrando recordes e tabus

A americana Lisa Sparks, de 39 anos, é atriz pornô e carrega consigo o título de mulher que teve o maior número de relações sexuais em um dia. Ela chegou a fazer sexo com 919 homens em apenas 24 horas durante o Terceiro Campeonato Mundial de Gangbang, em Varsóvia, na Polônia.

03) Sexo animal

Os ursos pandas são conhecidos no mundo animal pela sua dificuldade de reprodução, colocando em risco a própria espécie. Porém Lulu, um panda que vive no Sichuan Giant Panda Research Centre, na China, quebrou o recorde de transa mais longa. Em abril de 2015 ele consumou o ato sexual com uma fêmea durante 7 minutos e 45 segundos. Como se não fosse o bastante, quebrou o próprio recorde apenas um dia depois do ocorrido, quando praticou o ato durante 18 minutos e 3 segundos.

02) A mais forte

A russa Tatyana Kozhevnikova, de 44 anos, carrega um recorde um pouco curioso. A russa conseguiu levantar 14 kg apenas com os músculos vaginais, entrando para o Guinnes Book como a mulher com a vagina mais forte do mundo. Ela treinou o seu órgão durante 20 anos, aumentando a força de suas paredes vaginais através de levantamento de peso.



01) Homens sem conhecimento

Uma pesquisa feita pela Eve Appeal, entidade britânica que apoia a pesquisa do câncer ginecológico, revelou que metade dos homens não sabe exatamente onde fica localizada a vagina. O estudo, feito com mil homens, pedia para os participantes apontarem a vagina em um desenho. E você, sabe localizar o órgão?