CONTATO

João Maciel Cel/WhatsApp: (68) 99963-7272 Email: joaomacieltk@gmail.com

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Livro-bomba de Cunha reconhece golpe contra Dilma e detona Temer, PSDB, Maia e até Baleia Rossi


Protagonista do golpe de 2016, Eduardo Cunha reconhece o que todos sabem – que Dilma foi golpeada – e diz que o PT vive hoje "síndrome de Estocolmo" por se aliar a Baleia Rossi, deputado que é aliado de Michel Temer e Rodrigo Maia, dos dos principais articuladores deste processo

247 – O aguardado livro "Tchau, querida", do ex-deputado Eduardo Cunha, confirma, para a História, o que todos os brasileiros com acesso à informação e honestidade intelectual já sabem: a ex-presidente Dilma Rousseff foi vítima de um golpe de estado, que destruiu a democracia e vem também destruindo a economia brasileira. Cunha, que foi aliado do ex-presidente Fernando Collor, diz que o PT teve papel importante no afastamento do primeiro presidente da Nova República e diz que "quem com golpe fere, com golpe será ferido".

No livro, ele revela o papel vil desempenhado por Michel Temer, que traiu a ex-presidente. "Temer foi sim o militante mais atuante e importante. Sem essa sua atuação não teria havido o impeachment. Não foi apenas o destino, ou simplesmente a previsão constitucional, que fizeram Michel Temer presidente da República. Ele simplesmente quis e disputou a presidência de forma indireta", escreve Cunha.

Sobre os articuladores do golpe, Cunha aponta o dedo para o PSDB, na figura do então líder Carlos Sampaio, e para Rodrigo Maia. "Foi no apartamento de Rodrigo Maia, em São Conrado no Rio de Janeiro, em 10 de outubro de 2015, em uma reunião articulada por ele, com o então líder do PSDB Carlos Sampaio e o então líder da minoria Bruno Araújo, que se decidiu a mudança, exigida por mim do pedido de impeachment, que tinha sido apresentado na Câmara", escreve.

Conselho de Igrejas Cristãs diz que governo Bolsonaro é "orientado por política de morte"



Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) se manifestou, contra as campanhas negacionistas promovidas por Jair Bolsonaro e disse que oseu governo é "orientado por política de morte”

Brasil de Fato - O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) se manifestou, em comunicado publicado no domingo (17), contra o fato de o governo de Jair Bolsonaro ser "orientado por política de morte”.

As igrejas lamentaram as campanhas negacionistas promovidas pelo presidente, a falsa oposição entre fé e ciência e a ausência de empatia no momento em que o país atravessa a pandemia de covid-19.

Criticaram, ainda, pessoas, instituições, empresas e movimentos que agem apenas pelo lucro, ignorando o bem comum e a manutenção da vida dos cidadãos brasileiros.

'Sou contratado para não fazer nada': o homem no Japão que ganha dinheiro praticando o ócio


Morimoto descobriu que era ruim em fazer algumas coisas e que talvez fosse uma boa ideia aproveitar seu talento para não fazer nada

Se você já se perguntou muitas vezes qual o seu papel nesta vida e ainda não conseguiu encontrar uma resposta, não se envergonhe. Provavelmente, sua melhor aposta é não fazer absolutamente nada.

Essa foi a conclusão à qual chegou o japonês Shoji Morimoto quando abriu um negócio para o qual recebeu milhares de pedidos desde junho de 2018.

Seus serviços são reduzidos: "comer, beber (com responsabilidade, claro) e dar respostas simples." Nada mais.

A maneira curiosa de ganhar a vida rendeu a Morimoto dezenas de milhares de seguidores nas redes sociais, um programa de televisão inspirado em seu negócio, e o encorajou a escrever um livro sobre suas experiências com os clientes.

Morimoto, de 37 anos, casado e com filhos, conta à BBC News Mundo como se cansou de seus empregos anteriores, abriu seu próprio negócio e que é mais feliz em seu trabalho.


Morimoto é casado, tem filhos e, por enquanto, diz que seu negócio o sustenta

"Eu pensei que talvez 'fazer algo' não fosse bom para mim."

Ganhar a vida "sem fazer nada" é relativamente recente na vida de Shoji Morimoto.

Antes de adotar sua nova profissão em 2018, ele estudou física em uma universidade no Japão e depois fez uma pós-graduação em terremotos.

Em seguida, ele trabalhou em empregos regulares, mas sempre em períodos curtos. Ele diz que nenhum deles o fez se sentir realmente bem.

Ele trabalhou numa editora na qual editava materiais didáticos e respondia, como muitos outros, às instruções de seu chefe. Ele diz que não gostava do trabalho nem do chefe. Depois tentou trabalhar como freelancer, mas também não ficou satisfeito.

"Foi então que concluí que talvez fazer algo não fosse bom para mim", confessa à BBC News Mundo.



Um dos serviços mais comuns que as pessoas costumam pedir é que Morimoto as acompanhe para comer

"Além do trabalho, pessoas próximas a mim costumavam me censurar em festas ou churrascos por eu não fazer nada. Eu me sentia culpado. Mas então pensei que talvez pudesse aproveitar esse inconveniente e pensei no negócio de 'alugar uma pessoa para não fazer nada.'

"Sempre aceitando"

Desde que iniciou seu negócio em 3 de junho de 2018, Morimoto já acumula quase 270 mil seguidores no Twitter, principal plataforma de divulgação de seus serviços.

A biografia dele na rede social é simples e inclui tudo o que você precisa saber antes de contratá-lo.

"Eu alugo uma pessoa (eu) que não faz nada. Eu sempre aceito as solicitações. Você só tem que pagar 10 mil ienes japoneses (R$ 530), despesas de transporte, comida e bebida. Pedidos e consultas por mensagens diretas", está escrito no perfil.

As condições para contratar Morimoto são simples: cerca de R$ 530 e cobrir despesas com transporte, alimentação e bebida

E faz questão de enfatizar no final: "Não faço nada além de comer, beber e dar respostas simples".

Todos os dias ele recebe pelo menos dois ou três pedidos.

Todos os tipos de pedidos

Embora a sua principal função e nicho seja não fazer nada, os clientes chegam a Morimoto com todo o tipo de solicitação.

As mais comuns, diz Morimoto, é acompanhar quem não quer ir sozinho às compras no supermercado, quem não quer comer sozinho ou ver um projeto que uma pessoa está fazendo e que precisa de uma segunda opinião.

Mas ele também diz que uma vez foi contratado para ir a uma estação de trem para se despedir de uma pessoa que estava se mudando de cidade.

Outro cliente solicitou seus serviços para levá-lo à linha de chegada de uma maratona que estava correndo para motivá-lo.

"Ele me disse que achava que não fosse capaz de terminar a corrida e decidiu me contratar para aumentar sua motivação. No final, ele terminou a maratona e deram uma medalha a ele", disse Morimoto à BBC News Mundo.

Suas diversas e variadas experiências com clientes o encorajaram a fazer mais do que nada e contar isso em um livro.

Satisfação pessoal

Quase três anos depois de iniciar seu negócio pessoal, Morimoto não estabelece limites e no momento está feliz com o que faz. Os clientes também parecem.

"Até agora, os clientes parecem viver uma mudança mental positiva depois de me contratar. Eles me dizem que é libertador poder falar com alguém sobre coisas que eles não são capazes de dizer aos outros. Eles se sentem melhor liberando coisas que por si só pesam sobre eles", diz Morimoto.


Certa vez, Morimoto foi contratado por um cliente para encorajá-lo a completar uma maratona

O japonês fica feliz de receber inscrições todos os dias e garante que nunca se cansa de aceitá-las. Por enquanto, ele diz que até agora essa atividade é suficiente para mantê-lo bem economicamente.

"Fico surpreso ao ver que tantas pessoas encontram satisfação em contratar alguém que não faz nada", confessa Morimoto.

"Também estou gostando do desenvolvimento inesperado que tudo isso está tendo, como escrever o livro, que no meu caso inspirou um programa de televisão e que, como você, me procurar do exterior", conclui.

Pedra de 1.500 anos com dedicatória a Jesus é achada em região árabe de Israel


Descoberta de pedra de 1.500 anos tem a frase ‘Cristo nasceu em Maria’Foto: Divulgação/Tzachi Lang/Autoridade de Antiguidades de Israel

Uma pedra com a frase “Cristo nasceu de Maria” levou arqueólogos a confirmarem a existência de igrejas cristãs em assentamentos primitivos árabes há pelo menos 1.500 anos, em Israel.

O artefato, anunciado nesta semana por pesquisadores do Instituto de Antiguidade de Israel, aponta evidências de templos antes do advento do Islã e ainda sugere que permaneceram em atividade no período muçulmano.

A descoberta aconteceu no Vale de Jezreel, comunidade da cidade Tayibe, ao norte de Israel. Com a descoberta, a região que é marcada pela forte presença árabe, agora mostra que o seu passado viveu o cristianismo pelo menos até o século 5, algo que para os pesquisadores era passível de confirmação científica.

“A importância da inscrição é que até agora não sabíamos com certeza se havia igrejas deste período nesta área”, disse o arqueólogo Walid Atrash, da Autoridade de Antiguidades de Israel, ao jornal The Times of Israel.

Segundo os arqueólogos, a pedra com o escrito em referência a Jesus Cristo foi encontrada em um lugar que seria a parede de uma entrada da igreja construída com estrutura da era bizantina. As artes neste período, dominado pelo Império Romano, tinham fortes traços políticos-religiosos.

A igreja teria sido fundada pelo arcebispo regional de Beit She'an ao fim do século 5, conhecido pelo nome de “Teodósio”, sugere os textos encontrados pelos arqueólogos na pedra.

Apesar do achado, segundo Walid Atrash, a confirmação da existência de igrejas na região “não é surpreendente” porque ruínas de supostos templos cristãos já haviam sido encontradas. O que os pesquisadores não tinham em mãos eram confirmações de que a presença cristã era do período bizantino.

Para Atrash, a nova inscrição em pedra “fechou o círculo, e agora sabemos que havia cristãos nesta área durante esta era”.

Os pesquisadores acreditam que a igreja durou até o início do período muçulmano. Os estudos continuam para saber agora se cristãos ou judeus construíram o templo.

Local da descoberta aponta para existência de templo cristão em cidade árabe há 1.500 anosFoto: Divulgação/Tzachi Lang/Autoridade de Antiguidades de Israel
O significado da escritura

A frase “Cristo nasceu de Maria” está em uma pedra que continha sete linhas de escritos, mas que foram parcialmente destruídas pelo tempo.

De acordo com Leah Di Segni, pesquisadora do Instituto de Arqueologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, a expressão “Cristo nasceu de Maria” serve como um amuleto de boa sorte para afastar o mau-olhado.

A menção do arcebispo Teodósio na inscrição, é outra evidência de que a pedra estava em uma igreja e não em um mosteiro.

“A inscrição saúda aqueles que entram e os abençoa. Portanto, é claro que o edifício é uma igreja, e não um mosteiro: as igrejas saudavam os crentes na entrada, enquanto os mosteiros tendiam a não fazer isso”, comentou Di Segni.

A inscrição, segundo os pesquisadores, ficava dentro da parede e não seria visível. A suspeita é de que a igreja tenha sido destruída em um dos vários terremotos que atingiram a região durante essa época.

Após contrair Covid-19, idosa aparece viva 10 dias depois do próprio enterro



Uma mulher de 85 anos que trabalha numa casa de saúde apareceu viva depois de ter sido considerada morta

Após contrair Covid-19, idosa aparece viva 10 dias depois do próprio enterro

Uma idosa de 85 anos que trabalha numa casa de saúde na Galicia, na Espanha, apareceu viva depois de ter sido "enterrada" por acreditarem que ela estava morta por causa da Covid-19.

Segundo o jornal La Voz de Galicia, a idosa, chamada dona Rogelia, foi infectada pela Covid-19. Com a doença, seu estado se agravou e ela acabou transferida para um centro de recuperação dedicado à terceira idade.

Após alguns dias, foi declarada morta. No dia seguinte, o funeral e o enterro de Rogelia foram realizados na cidade com o caixão lacrado por conta da doença.

Porém, após 10 dias, a idosa apareceu viva e em perfeitas condições. Segundo o jornal, os papéis da paciente "continham o nome de outro usuário que também havia sido transferido" para a mesma clínica, o que causou toda a confusão.

TARAUACÁ: 88 ANOS DO THEATRO MUNICIPAL JOSÉ POTYGUARA (BLOG ALMA ACREANA)

Por Isaac Melo

O contexto histórico

Nos primeiros anos de 1930, a cidade de Tarauacá ainda chamava-se Seabra. A maior parte de sua população vivia na zona rural, mais propriamente, nos seringais. O censo de 1920 dizia que o município contava com uma população de 20.421 habitantes. Trinta anos depois, segundo o censo de 1950, o número de habitantes decrescia para 14.670, dos quais apenas 1962 viviam na zona urbana. Quando o romancista e contista José Potyguara publicou “Sapupema: contos amazônicos”, em 1942, afirmava que a população de Seabra era de aproximadamente 3 mil pessoas. Infere-se, daí, que a população urbana de Seabra, na década 1930, oscilava entre 2 a 3 mil habitantes.

Toda a década de 1930 é marcada pela acentuação da crise da borracha, com o fim do primeiro ciclo (1880-1920). De acordo com o historiador Pedro Martinello (1938-2003), a história da economia da borracha na Amazônia pode ser dividida em quatro fases, a saber, 1) monopólio natural (até 1912); 2) retrocesso e estagnação (até o estabelecimento dos Acordos de Washington, 1942); 3) transição (1942 a 1948-1951); 4) borracha como insumo de importação.

A construção do “Theatro Municipal” de Tarauacá coincide com o 2º período da trajetória da produção gomífera, isto é, o período que vai de 1912 a 1942, representado por uma queda, tanto nos preços quanto na produção, embora, ressalva ainda Martinello, o segundo quartel da década de 30 apresente certa retomada na produção e preços. No entanto, nos anos iniciais da década de 30, a borracha experimenta, em 1932, a menor cotação de sua história. Portanto, o “Theatro” surge no contexto de crise, num pequeno núcleo urbano de, aproximadamente, 2 mil habitantes.

Continue lendo AQUI

Blog alma acreana.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Auxílio emergencial termina nesta semana; veja datas dos últimos pagamentos



Benefício foi depositado em 2020, mas milhões de brasileiros ainda conseguem sacar o dinheiro; confira quem tem direito

Caixa libera últimos saques do auxílio emergencial nesta semana, com retiradas na segunda (25) e na quarta (27)

O auxílio emergencial , benefício pago pelo governo federal durante a crise provocada pela pandemia, vai acabar oficialmente nesta quarta-feira (27). Os depósitos foram encerrados ainda em 2020 , mas somente nesta semana chegam ao fim os saques, divididos pelos meses de nascimento dos beneficiários.

Continua após a publicidade

Ao todo, 6,6 milhões de brasileiros ainda podem sacar o auxílio emergencial . São 3,3 milhões de nascidos em novembro, na segunda-feira (25), e mais 3,3 milhões de aniversariantes de dezembro, na quarta (27). As parcelas, que fazem parte dos ciclos 5 e 6 , foram pagas em novembro e dezembro, e podem ser de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família) ou de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família) da extensão do auxílio emergencial .

Na última sexta-feira (22), puderam começar a sacar 3,5 milhões de brasileiros nascidos em outubro. Para retirar o benefício, todos que têm direito devem comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal , das 8h às 12h, de segunda a sexta-feira.

Casas lotéricas, caixas eletrônicos e os correspondentes Caixa Aqui também permitem a retirada do dinheiro.
Continua após a publicidade

Como sacar o auxílio?

Para sacar o dinheiro já depositado do programa do governo federal, é preciso logar no aplicativo Caixa Tem , selecionar a opção saque sem cartão e gerar o código de saque, que deverá ser usado na agência, na lotérica, no caixa eletrônico ou no correspodente Caixa Aqui.

O trabalhador deve inserir essa senha gerada no Caixa Tem para visualizar o código de saque na tela do celular. Vale lembrar que ele só tem validade de uma hora.
Confira o calendário dos últimos saques do auxílio
19 de dezembro de 2020: nascidos em janeiro;
19 de dezembro de 2020: nascidos em fevereiro;
4 de janeiro de 2021: nascidos em março;
6 de janeiro de 2021: nascidos em abril;
11 de janeiro de 2021: nascidos em maio;
13 de janeiro de 2021: nascidos em junho;
15 de janeiro de 2021: nascidos em julho;
18 de janeiro de 2021: nascidos em agosto;
20 de janeiro de 2021: nascidos em setembro;
22 de janeiro de 2021: nascidos em outubro;
25 de janeiro de 2021: nascidos em novembro; e
27 de janeiro de 2021: nascidos em dezembro.

Inscrições para oficina de cenas teatrais estão abertas à comunidade de Tarauacá


A oficina ‘Produção de Cenas em Cenários Amazônicos’ está com inscrições abertas até o meio-dia do próximo dia 3. Para participar, os candidatos devem acessar o formulário online que está disponível no perfil @cenasteatrais, no Instagram, para manifestar interesse por uma das 15 vagas gratuitas.

As aulas são presenciais e ocorrem nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro, das 14h às 18h, no auditório do Sinteac de Tarauacá. Formada em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Acre (Ufac), a atriz Melânia Brasil é a responsável pela execução do projeto.

A proposta é democratizar o acesso à cultura e investir na formação técnica de artistas experientes e iniciantes, a partir do estudo de interpretação, figurino, criação de cenários, objetos cênicos, sonoplastia e aspectos representativos do teatro acreano.

“Pretendia realizar a oficina no Teatro José Potyguara, que foi construído em 1933 e é o mais antigo do estado. Porém, o prédio está fechado”, lamenta a artista que nasceu em Sena Madureira, mas mora em Rio Branco há oito anos.

“Decidi focar em Tarauacá para estimular a comunidade a valorizar e ocupar o patrimônio cultural dedicado à memória e à arte. Sou fascinada pela ideia de usar esses espaços públicos para fazer teatro e contar a história do nosso povo. Fazer do nosso jeito”, explica a artista.

O projeto é financiado pelo edital da Lei Emergencial de Cultura Aldir Blanc, que é gerido pelo governo por meio da Fundação Elias Mansour (FEM).

ac24h.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Final da Libertadores: Rio de Janeiro autoriza até 10% da capacidade do Maracanã



Reunião de segurança definiu efetivo de 550 policiais militares na decisão do dia 30

Palmeiras e Santos disputam título da Libertadores no Maracanã

O Governo do Estado do Rio de Janeiro publicou decreto, nesta sexta-feira, autorizando a realização da final da Copa Libertadores , marcada para o dia 30, no Maracanã . Entre as regulamentações, o governador Claudio Castro estabeleceu um limite de até 10% da capacidade do estádio para a operação do jogo entre Palmeiras e Santos.

Na partida, que não terá público pagante, estará autorizada a presença de pessoal relacionado a organização, segurança e realização, bem como pessoas ligadas a patrocinadores do evento e aos clubes, no limite determinado. Santos e Palmeiras receberam 150 convites cada.

Hoje, o Maracanã , tem capacidade para 78.883 pessoas, ou seja, a capacidade autorizada de operação para a partida gira em torno de 7 mil pessoas. A Conmebol, porém, não trabalha com a ideia de um efetivo tão grande.

Uma reunião no fim da manhã desta sexta-feira definiu que o efetivo de policiais militares para a segurança da partida, nos arredores e na parte interna do estádio, ficará em 550, com mais 200 guardas municipais .

Em outras partes da cidade, haverá atenção especial nas proximidades dos hotéis onde ficarão as duas delegações.

Homem manco gasta R$ 2 mil em veterinário e descobre que seu cão o imitava



Russel Jones, o dono do pet viralizou na internet após contar essa história no Facebook; ele não ficou bravo com Bill, seu cachorro

Russel Jones e Bill, seu cachorro empático

Um homem manco gastou £ 300, cerca de R$ 2.169, com consultas veterinárias para descobrir que seu cachorro não estava com a pata quebrada , mas sim que estava o imitando. O caso aconteceu em Londres, na Inglaterra.

Russell Jones, o dono do cachorro, publicou um vídeo em suas redes sociais onde aparece caminhando na rua de muletas e o cachorro Bill, aparece ao seu lado, mancando.
Continua após a publicidade

Ao ver o animal mancando, Jones ficou preocupado e o levou ao veterinário. Após gastar com raio-x e consulta, ele descobriu que Bill apenas estava fazendo um gesto de empatia.


“Custou-me £ 300 em taxas de veterinário e raios-x, nada de errado, apenas simpatia. Eu amo ele”, escreveu o homem em seu Facebook.

TARAUACÁ: CONSELHO MUNICIPAL DA SAÚDE TEM REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA, PARA APROVAR O PLANO DE CONTINGENCIA DA DENGUE NO MUNICÍPIO.


Estiveram reunidos na manhã desta última quinta-feira (21), no prédio da secretaria municipal de saúde, os membros do Conselho Municipal de Saúde de Tarauacá. 

A reunião tinha como objetivo a apresentação e posterior aprovação do plano municipal contra a dengue no munícipio. 

Na oportunidade esteve presente o novo secretário de saúde do munícipio professor Aderlândio França, que deu as boas-vindas aos conselheiros presentes, prometeu total empenho no que diz respeito a melhoria da saúde pública municipal. 

Aderlândio se colocou à disposição do conselho, e compreendeu que a parceria com o conselho e fundamental para o bom andamento da saúde no munícipio. 

Além da pauta especifica, foi tratado ainda da questão do atendimento nos postos de saúde do munícipio, em especial no que tratante aos dentistas e médicos e do oferecimento de um atendimento mais humanitário aos usuários do SUS, do atendimento na questão Covid, e de como serão distribuídas as vacinas, nomeação dos novos coordenadores dos postos municipais, atendimento e visitas dos ACS e demais... 

Para o presidente do conselho em exercício professor João Maciel, disse esperar que o novo secretário tenha um olhar carinhoso e mais compromissado com a saúde municipal, em especial com os servidores, que se encontram com seus salários defasados, e sequer tem um PCCR - Plano de Cargos Carreira e Remuneração.

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Mulher espanca marido após ele se recusar a fazer sexo


Mundo – Uma mulher identificada como Marilene Jéssica de 47 anos foi presa na madrugada da última sexta-feira (18), por agredir o próprio marido.

Segundo informações preliminares a mulher havia passado a noite fora ingerindo bebidas alcoólicas e retornou para casa somente no dia anterior.

Após chegar em casa, e com os nervos a flor da pele, a mulher tentou manter relações sexuais com o marido que de imediato recusou.

Ao ter seu pedido negado, a mulher se descontrolou e agrediu o companheiro com socos e arranhões.

Carreata pelo impeachment de Bolsonaro está marcada para sábado, em Rio Branco


Assessoria - A manifestação está marcada para sábado (23/01), às 15h, saindo a partir da Alameda Polônia, ao lado da Uninorte

Diante do colapso da saúde em Manaus em meio a uma nova explosão de casos da Covid-19, internautas estão convocando uma carreata em Rio Branco para pedir o impeachment de Jair Bolsonaro. Com mais de 207 mil mortes, Bolsonaro continua minimizando os impactos da doença e fazendo propaganda de remédios sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

O ato ocorrerá no dia 23 de janeiro, a partir das 15 horas na rua Alameda Polônia, ao lado da Uninorte. Toda a população que compartilha do sentimento de insatisfação frente ao descaso e falta de responsabilidade do atual Governo Federal com a saúde e o bem estar do país está convidada a participar da manifestação.

A forma escolhida, uma carreata, é justificada como uma maneira de manifestação em que a população evidencie sua indignação minimizando os riscos de ampliar a transmissão do novo coronavírus. “Como estamos em meio a segunda onda da Covid-19, a única maneira de protestar com segurança é por meio de carreata”, justificaram.

Assim, o ato contra Bolsonaro pretende inclusive ser uma antítese das aglomerações que o titular do Planalto promove, com apoiadores sem máscara. Bolsonaro minimiza a gravidade da pandemia e, como se não bastasse, joga dúvidas sobre as vacinas. Além disso, diz que não vai tomar o imunizante, incentivando seus seguidores a fazerem o mesmo.

“O momento exige saída das pessoas para demonstrar a insatisfação diante de um governo que pensa contrário ao bem coletivo. O vírus mata, mas sua letalidade é ampliada diante da inércia do Governo Federal, o ataque ao método científico e às instituições de pesquisa que trabalham incessantemente na busca pelos imunizantes necessários”, disse um dos organizadores. “Lutar contra o atual governo autoritário e despreparado é lutar pela vida”, acrescentou.

Postado por Raimundo Accioly

Deputado Edvaldo Magalhães destina R$ 200 mil de emenda parlamentar para o Conversatório de Música do Vale do Juruá


O deputado estadual Edvaldo Magalhães ( PCdoB) está aproveitando o recesso parlamentar para visitar os órgãos e instituições sociais do Vale do Juruá, além de se reunir com os prefeitos eleitos com o apoio do seu partido.

O deputado já dialogou com o prefeito Zequinha Lima (Progressistas), de Cruzeiro do Sul, e Jailson Amorim ( PROS), gestor de Rodrigues Alves. Ambos tiveram o apoio do parlamentar na disputa eleitoral.

Na oportunidade, Magalhães esteve no Conversatório Musical do Vale do Juruá, instituição que é administrada pelo MPAC com o apoio do Exército Brasileiro. O deputado destinou uma emenda de duzentos mil, via Secretaria de Educação Estadual ao conservatório.

Edvaldo Magalhães ( PCdoB) e o promotor de Justiça Dr. Iverson Bueno.

Um dia de visitas especiais no Vale do Juruá

Aqui em Cruzeiro do Sul, visitei o Conservatório de Música do Vale do Juruá, sendo recebido pelo seu fundador e grande incentivador, o Dr. Iverson Bueno, do Ministério Público Estadual, e por alguns dos integrantes desse projeto cultural tão especial e importante.

Também fomos juntos ao Teatro dos Náuas Alberto Lôro. Lá, fomos recepcionados pelo Motinha, representante da Fundação Elias Mansour. Um momento muito especial, fui presenteado com uma palhinha dos artistas, fruto desse trabalho realizado na nossa terra. Entre os nomes de destaque está a pequena Loren Medeiros, que nos representou lindamente no The Voice Kids, além do Fernando Cavalcante, a Enykelly, o pianista Felipe e o violinista Rodrigo Paixão, todos músicos incríveis e talentosíssimos.

Até o Dr. Iverson deu uma palhinha pra gente no piano e se saiu maravilhosamente bem!

O objeto principal da visita era fechar os entendimentos finais do convênio, que será publicado na próxima semana, entre a Secretaria Estadual de Educação e o Educandário de CZS, que tem parceria com o Conservatório.

O nosso mandato está destinando R$ 200 mil para o projeto. E um feito histórico está para acontecer, que é a aquisição de um piano de calda (que custa um pouco mais de R$ 100 mil) e outros instrumentos musicais para atender a criançada e a juventude que está sendo formada pelo Conservatório.

Atualmente, são 430 alunos que integram esse programa. No momento, em pausa, por conta da pandemia, mas com capacidade de ampliação para 520 alunos, tão logo esse momento delicado chegue ao fim.

O trabalho do Conservatório já começa a ser conhecido e reconhecido no Brasil, e tem revelado grandes talentos aqui na região do Juruá, principalmente de Cruzeiro do Sul.

É um orgulho imenso e uma emoção enorme acompanhar de perto e poder incentivar algo tão bonito.

assessoria

O que é o 'cache' e por que eliminá-lo pode liberar espaço no celular?



Tira-dúvidas explica os benefícios do cache e por que ele pode ocupar mais espaço do que o necessário.

Por que é preciso eliminar o cache para ter espaço celular? O que é cache? – Gilvan Pereira

O "cache" é um conjunto de arquivos que um aplicativo já baixou, processou ou carregou. Esses dados ficam guardados para que não seja preciso repetir o trabalho de carregá-los.

Sendo assim, o cache ocupa um certo espaço, mas traz vários benefícios. Ele acelera o aplicativo e diminui o consumo do seu plano de dados e da bateria, pois dispensa o download de elementos que são usados com frequência.

Em geral, o cache não deve ser apagado, pois seu uso faz parte da programação dos apps. Ou seja, os aplicativos contam com a existência do cache para que tudo funcione da maneira esperada e na velocidade esperada.

Se você utiliza algum aplicativo que promete "otimizar" seu celular apagando o cache, fique atento: ele está fazendo o oposto. Limpar o cache repetidamente não vai dar deixar o celular mais rápido. Pelo contrário: tende a deixá-lo mais lento e com menor duração da bateria, obrigando o smartphone a repetir tarefas que deveriam estar guardadas no cache.

Em um app como o Instagram, o cache terá stories e fotos que você viu recentemente, fotos de perfil das pessoas que você segue e assim por diante. São conteúdos que precisam ser carregados com frequência ou que talvez você reveja em breve enquanto confere seu "feed".


De forma semelhante, um app de música pode manter no cache as fotos dos artistas que você mais escuta ou capas dos discos e playlists que você adicionou à lista de favoritos, além das próprias músicas, evitando downloads que consomem dados e bateria.

O cache faz parte do funcionamento do aplicativo. Se você não tem espaço em seu celular para guardar o cache, o app não funcionará da maneira correta. O ideal é obter espaço de outras formas (apagando fotos, vídeos ou desinstalando por completo apps menos usados) para que o cache possa ser usado corretamente por todos os apps instalados.

Qual a diferença entre 'dados' e 'cache'?

As opções de armazenamento de aplicados no Android permitem "limpar dados" ou "limpar o cache".

Os "dados" são informações necessárias para o aplicativo funcionar. Suas configurações e sua sessão de login são exemplos. Se você limpar os dados, o app terá de ser reconfigurado, comose ele tivesse acabado de ser instalado. Em alguns casos, você poderá recuperar esses dados de um backup.

O cache, por sua vez, são sempre de natureza temporária. Apagá-lo não deve causar nenhuma mudança no funcionamento do app e não exigirá qualquer reconfiguração. Contudo, qualquer informação que estava no cache para acelerar o app terá de ser baixada novamente, exigindo processamento e uso da conexão com a internet.

Em resumo, os "dados" do Android são as configurações e arquivos permanentes do aplicativo, que ele não pode reconstruir sem que você restaure um backup ou refaça seu login. Por isso, são diferentes do "cache", o qual armazena arquivos que podem ser readquiridos.

Quando apagar o cache

Você pode apagar o cache de apps pré-instalados no telefone que você não utiliza, mas que não podem ser simplesmente desinstalados;

Quando um app está apresentado problemas, apagar os dados e o cache tem praticamente o mesmo efeito de uma reinstalação, permitindo configurar o app do zero;

Caso você tenha feito uma grande modificação em um aplicativo (modificado sua conta de acesso, por exemplo), apagar o cache pode ser interessante para garantir que informações associadas ao estado anterior não sejam mantidas ocupando espaço desnecessário;

É possível recuperar espaço limpando o cache de apps de uso muito frequente, mas o app provavelmente ficará levemente mais lento por um tempo e o cache tende a voltar ao tamanho anterior.

Como apagar o cache

No Android, o cache dos aplicativos pode ser apagado com os seguintes passos:

Acesse "Configurações" ou "Configurar
Toque em "Aplicativos" ou "Apps e notificações"
Selecione o app desejado
Toque em "Armazenamento"
Toque em "Limpar cache"

E no iPhone?

O iOS da Apple (usado no iPad e no iPhone) não possui o cache de dados como uma categoria de separada dos demais dados do aplicativo, exceto para o navegador web do telefone.

Para apagar o cache dos demais aplicativos, você é obrigado a desinstalar o aplicativo e instalá-lo novamente, a não ser que o app em si forneça opções próprias para a finalidade de gestão de cache. Por regra, no entanto, o app deve cuidar do seu cache automaticamente.

A decisão da Apple de projetar o sistema desta forma provavelmente não é acidental. Como este blog explicou, não é recomendado interferir no armazenamento do cache. Os próprios aplicativos é que devem gerenciá-lo.

sábado, 16 de janeiro de 2021

Signal é melhor que o WhatsApp? Compare os dois mensageiros



O aplicativo passou a fazer sucesso depois da mudança na política de privacidade do mensageiro do Facebook

Signal recebeu muitos downloads após mudança de política de privacidade do WhatsApp

Com a recente alteração nos termos de uso e privacidade do WhatsApp , o número de usuários buscando por mensageiros alternativos aumentou. Dentre todas as opções, dois se destacam : Signal e Telegram . Mas o que possuem de especial para terem roubado a atenção dos usuários do maior mensageiro do mundo?

Para se tornar um dos aplicativos de mensagens mais proeminentes das lojas oficiais do Google e Apple em dezenas de países nos últimos dias, o Signal passou, praticamente, três anos no ‘escuro’. Voltado à privacidade do usuário, o app nasceu em 2017 graças à dupla Brian Acton e Moxie Marlinspike. O primeiro já era uma figura muito conhecida no meio da tecnologia: antes do Signal, Acton foi cofundador do famoso WhatsApp .

Ainda novo, com apenas um ano, o mensageiro já começava a despertar a atenção de inúmeras personalidades, como o ex-NSA Edward Snowden, Jack Dorsey, CEO do Twitter , Laura Poitras, jornalista e cineasta, e Elon Musk , CEO da Tesla.

Por outro lado, o WhatsApp, fundado pelo mesmo Brian Acton e Jan Koum, colegas que passaram quase 20 anos no Yahoo!, ganhou o mundo em 12 anos de existência. Presente em 180 países e com mais de 2 bilhões de usuários, ele se tornou o aplicativo de bate-papo mais utilizado no Brasil.

Apesar de terem o cofundador em comum, eles guardam recursos distintos. Fizemos um rápido comparativo entre os dois mensageiros e traçamos as principais diferenças entre eles. Confira.
WhatsApp: o popular

O WhatsApp oferece muitos recursos em um aplicativo de mensagens. Wallpapers, grupos com suporte até 256 pessoas, exportação de chats para outros aplicativos (de maneira individual), personalização de toques para conversas e mensagens temporárias, essas com duração de 7 dias.

Além disso, há também outros recursos extras, como o Status , uma espécie de ‘stories’, muito popular para quem gosta de compartilhar imagens ou recados com duração de 24 horas.

No que diz respeito ao armazenamento e backup de conversas e conteúdo, o app permite que o usuário utilize serviços de nuvem como iCloud e G oogle Drive .

Em relação ao compartilhamento, o WhatsApp limita o tamanho de fotos, vídeos e áudios até 16 MB. Já para documentos, é permitido o envio de até 100 MB.

Além disso, o mensageiro permite o compartilhamento de localização em tempo real com contatos, dentro de uma conversa ou um grupo.
Signal: privacidade importa

Com proposta distinta, o Signal é um aplicativo mais básico em relação à interface gráfica. Apesar do visual despojado, o mensageiro não fica devendo ao que se propõe entregar: privacidade e segurança online.

Em relação às funcionalidades padrões, todas são encontradas facilmente por aqui: acesso a chats, chamadas de voz e vídeo. Tudo isso com criptografia de ponta a ponta , também presente no WhatsApp, que garante que o aplicativo não armazene o conteúdo das conversas nos servidores da empresa.

Quanto aos recursos distintos ao WhatsApp, o Signal traz mensagens que se apagam automaticamente por meio de um temporizador regulado pelo próprio usuário. Há também uma função no chat voltada especialmente para compartilhamento de imagens: ao escolher “ver apenas uma vez”, o destinatário terá apenas uma chance de visualização. Após fechá-la, o conteúdo é deletado para ambos os participantes do chat .

Além disso, o app conta com o “Notas para mim”, um recurso no qual é possível fazer anotações com rapidez no próprio aplicativo (quem nunca abriu um chat no WhatsApp para anotar alguma informação, hein?). Para usá-lo, basta tocar no ícone de lápis no canto esquerdo da tela e encontrar ‘Nota para mim’ na própria lista de contatos.

Outro ponto interessante é retransmissão de chamadas de voz para os servidores do aplicativo , para que a identidade do usuário permaneça oculta para contatos e não contatos. A ferramenta é similar a uma rede VPN.

O app ainda conta com uma função integrada para ocultar o endereço IP, e uma ferramenta para borrar rostos em fotos antes de enviá-las em uma conversa, protegendo a identidade de terceiros que aparecerem por acaso nas imagens.

Outro recurso que não encontramos no WhatsApp foram as reações de mensagens em um chat: o usuário tem à disposição todos os emojis para reagir a qualquer mensagem, tanto em recebidas quanto em enviadas

Dependentes químicos serão atendidos no Acre pelo número de telefone 132


O governo federal publicou o acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério da Cidadania e a organização Narcóticos Anônimos (NA) para a criação da linha telefônica 132, que ampliará o acesso da população, em especial dependentes químicos e seus familiares, aos atendimentos e orientações prestados pelo NA.

O serviço será gratuito e funcionará 24 horas por dia. Começará a operar nas próximas semanas e será implementada em duas etapas. Na primeira, com duração de três meses, os atendimentos começarão pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Rondônia, Piauí, Ceará, Pará Amazonas e Distrito Federal – os locais foram escolhidos por já contarem com uma estrutura de atendimento de linha telefônica 0800 oferecida pelo Narcóticos Anônimos.

As demais unidades federativas serão atendidas na fase seguinte, cuja duração será de 12 meses.

A linha 132, cedida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O acordo tem duração de dois anos, com possibilidade de prorrogação, e não prevê transferências de recurso financeiro entre as partes. Estima-se que a linha 132 receba mais de cinco mil ligações por ano.

ac24h.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Procurador do Amazonas diz que governo Bolsonaro foi alertado quatro dias antes sobre falta de oxigênio


Igor da Silva Spindola, procurador da República do estado do Amazonas, afirmou nesta quinta-feira que o Ministério da Saúde foi alertado há pelo menos quatro dias de que faltaria oxigênio nos hospitais de Manaus

247 - O procurador da República do Amazonas, Igor da Silva Spindola, disse nesta quinta-feira (14) que "a direção de Logística do Ministério da Saúde só se reuniu hoje (quinta-feira) para tratar disso após ser avisada há quatro dias", referindo-se à falta de oxigênio nos hospitais em Manaus. 

Spindola criticou o que avalia como "falta de coordenação" do governo federal e de militares no ministério, que desconhecem o funcionamento do SUS, informa a coluna do Guilherme Amado.

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou, nesta quinta-feira (14), um decreto que proíbe a circulação de pessoas em Manaus, capital do estado, entre 19h e 6h. Devido à falta de oxigênio, o estado também entrou com uma ação na Justiça para que a empresa fornecedora garanta o abastecimento nas unidades de saúde.

TARAUACÁ: GILSON AMORIM É NOMEADO PARA A COMUNICAÇÃO DO GOVERNO DE MARIA LUCINÉIA

O Prefeito de Tarauacá em exercício, Raimundo Maranguape, nomeou o Jornalista Gilson Amorim para Assessoria de Comunicação da Prefeitura do Município. A portaria de nomeação foi publicada no diário oficial do estado na manhã desta quinta feira, 14 de janeiro de 2021. 

Antônio Gilson de Amorim tem 32 anos, está no quinto período do curso superior em geografia, é casado e pai de 2 filhos. Gilson é radialista, jornalista com registro profissional e militante político desde sua juventude. Nos últimos 4 anos, coordenou a comunicação no governo da Ex-Prefeita Marilete Vitorino. Atualmente, é correspondente do site Notícias da Hora, um dos mais acessados do Acre.

ABAIXO, A PORTARIA PUBLICADA HOJE NO DOE

ESTADO DO ACRE 
PREFEITURA MUNICIPAL DE TARAUACÁ 
GABINETE DA CASA CIVIL 
PORTARIA Nº 006, DE 11 DE JANEIRO DE 2021 

O PREFEITO EM EXERCÍCIO DO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ, Estado do Acre, no uso de suas atribuições legais previstas na Lei Orgânica do Município, Lei Municipal nº 795/2014; 

RESOLVE: 

Art. 1º NOMEAR, ANTONIO GILSON DE AMORIM SANTOS, portador do CPF Nº 003.428.172-05, para o cargo em Comissão de Assessor de Comunicação I, da Casa Civil da Prefeita, referência CEC-04, do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Tarauacá. 

Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua assinatura e publicação, com efeitos a contar de 04 de janeiro de 2021. 

RAIMUNDO MARANGUAPE DE BRITO 
Prefeito em Exercício de Tarauacá

Postado por Raimundo Accioly

Municípios do Acre não declararam renúncia e recursos da Lei Kandir estão ameaçados


Mais de 600 municípios ainda não fizeram a declaração de renúncia no Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) até a tarde desta quarta-feira, 13 de janeiro. A informação é da Confederação Nacional dos Municípios.

A formalização é necessária para que a compensação por perdas da Lei Kandir seja creditada nas contas das prefeituras. O município que perder o prazo deixa de receber os recursos que serão transferidos até 2037.

Do Acre, oito prefeituras -Plácido de Castro, Senador Guiomard, Feijó, Acrelândia, Bujari, Capixaba, Marechal Thaumaturgo, e Santa Rosa do Purus – não fizeram a renúncia, cujo prazo se encerra nesta quinta-feira, 14 de janeiro.

O gestor precisa acessar o sistema da STN e assinar o certificado digital. Em caso de problema na plataforma, a renúncia pode ser formalizada por ofício. Um modelo que deve ser seguido, assinado pelo prefeito do Município, digitalizado e enviado para o correio eletrônico coint.df.stn@tesouro.gov.br, também até a próxima quinta-feira.

Os repasses referentes à compensação por perdas com a Lei Kandir chegam a R$ 58 bilhões para Estados e municípios até 2037. A partir de 2021, os valores anuais serão pagos em doze cotas, transferidas mensalmente. De 2020 a 2030, serão entregues, a cada exercício, R$ 4 bilhões aos Estados e Municípios – de 2031 a 2037, esse montante será reduzido progressivamente em R$ 500 milhões a cada exercício.

ac24h.

Polícia Federal lança edital de concurso com 1,5 mil vagas; salários chegam a R$ 23 mil


Inscrições começam em 22 de janeiro, e prazo vai até 9 de fevereiro. Prova está marcada para 21 de março; confira cargos.

Policiais federais prenderam homem, que estava no Uruguai, quando ele tentava ingressar no Brasil — Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal publicou, nesta sexta-feira (15), o edital para o concurso da corporação. Ao todo, são 1.500 vagas e expectativa de convocação de mais 500 excedentes. As provas estão marcadas para ocorrer em 21 de março, em todas as capitais.

O período de inscrições começa em 22 de janeiro e vai até o dia 9 de fevereiro, com taxas entre R$ 150 e R$ 250, a depender do cargo escolhido. Os salários iniciais variam de R$ 12 mil a R$ 23 mil.

As vagas são para:

123 vagas de delegado
400 vagas de escrivão
84 vagas de papiloscopista
893 vagas de agente

Além das provas objetivas e discursivas, a seleção conta com:

exame de aptidão física
avaliação médica e psicológica
prova oral e prova de digitação para os cargos de delegado e escrivão, respectivamente
avaliação de título
investigação social

Os candidatos que passarem por todas as etapas serão convocados para o curso de formação, realizado no período de 10 semanas na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

Segundo o edital, os aprovados na seleção vão ingressar na academia ainda em agosto de 2021. O provimento de cargos deve ocorrer até 31 de dezembro. A estimativa é que no fim do processo, a PF conte com "o maior efetivo de sua história", podendo ultrapassar a marca de 12 mil policiais.

Polícia Federal apreende obras de arte de filho de ex-ministro (vídeo de arquivo)

Cotas raciais

Uma mudança no novo edital é a possibilidade de o candidato, que optar pela concorrência por meio de cotas raciais, ser aprovado na prova objetiva e discursiva, mas desclassificado na banca, por não atender ao requisito racial.

Nesse caso, o estudante poderá migrar para as vagas de ampla concorrência.

Antes, se o candidato não fosse considerado negro, ele era eliminado do concurso, independentemente da nota alcançada na prova.

g1.

Tarauacá: Vem aí o campeonato municipal de futsal de Máster 2021


O gerente de esporte Gil França agradece mais uma parceia para o esporte local.

Quero aqui comunicar a todos os desportistas de Tarauacá que hoje pela manhã, 13, recebi uma mensagem muito importante de um amigo, que ajudará muito na realização da competição do 1° Campeonato Tarauacaense Máster de Futsal, que será em homenagem um grande desportistas que hoje não esta mais entre nos. Logo, postarei o nome do homenageado. O empresário da empresa Frigorífico Rios, Ivan Pereira Rios, se colocou à disposição para ajudar com um patrocínio R$ 500,00, para a premiação da competição, que esta em andamento para iniciar no final do mês de janeiro de 2021. 

Quero aqui agradecer a empresa em nome de todos os desportistas pelo patrocínio, precisamos de mais empresários ajudando o desenvolvimento do nosso esporte, proporcionando mais oportunidades para todos, unidos somos todos mais fortes.

Premiação da atividade:
Campeão R$ 1.200,00
Vice-campeão R$ 600,00

Prefeitura Municipal de Tarauacá 
Gerente de Esporte: Gil França do Esporte

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Extensão do auxílio emergencial 2021 em janeiro, fevereiro e março


Senador protocolou um novo projeto de lei que propõe a extensão do auxílio emergencial e a prorrogação do estado de calamidade pública

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) segue com a proposta do auxílio emergencial em 2021.

Acontece que um novo projeto de lei (PL), que propõe a prorrogação do benefício em janeiro, fevereiro e março de 2021, foi protocolado.

De acordo com o senador, já existem conversas com outros parlamentares sobre a iniciativa, mas ainda não há previsão para sua inclusão na pauta da Casa.

O auxílio emergencial encerrou oficialmente em 31 de dezembro de 2020.

O projeto apresentado pelo Senador Vieira propõe que esse prazo seja prorrogado até março de 2021 por conta dos impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Sobretudo, ainda, que a pandemia continua e que a vacinação levará um tempo ainda indefinido para ser concluída.

“O fato é que, por conta da inércia do governo federal, simplesmente não teremos um programa nacional de vacinação em execução antes de março. É preciso fazer essa ponte para manter o mínimo de estabilidade social até lá”, disse o senador.

O auxílio emergencial, aprovado em março no Congresso, foi pago inicialmente por 3 meses com o valor de R$600 aos chamados vulneráveis.

Após isso, o benefício foi estendido por mais 2 meses, com o mesmo valor. Por fim, em setembro, o benefício foi estendido em mais 4 parcelas até dezembro de 2020.

O Governo Federal chegou e estipular a criação de um novo programa de renda permanente, com valores maiores que os pagos pelo Bolsa Família, mas até o momento não foi possível incorporar o tema.

Auxílio emergencial em 2021? O que diz o Governo

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou que o auxílio emergencial não será prorrogado.

O chefe do executivo confirmou que não será criado um novo programa de distribuição de renda e afirmou que a ideia é “aumentar um pouquinho” o atual programa assistencial Bolsa Família.

De acordo com Bolsonaro, o auxílio pago a vulneráveis por causa da crise provocada pela Covid-19 tem caráter emergencial e o Brasil conta com uma capacidade de endividamento e não pode se “desequilibrar”.

“Quem falar em Renda Brasil, eu vou dar cartão vermelho, não tem mais conversa”, disse Bolsonaro em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, da TV Band (o Renda Brasil era o programa previsto pelo Governo para substituir o Bolsa Família).

“Auxílio é emergencial, o próprio nome diz: é emergencial, Não podemos ficar sinalizando em prorrogar e prorrogar e prorrogar”, disse o presidente.

Ao se referir que agora o foco será o Bolsa Família, Bolsonaro confirmou o que tem falado para a equipe econômica: “Vamos tentar aumentar um pouquinho isso aí.”

Recursos não empenhados da Lei Aldir Blanc devem ser mantidos nas contas bancárias


Os recursos da Lei Aldir Blanc que não foram empenhados e inscritos em restos a pagar no exercício de 2020, devem ser mantidos na conta bancária criada para viabilizar a transferência da União aos municípios.

A solicitação consta no Comunicado 1/2021 da Secretaria Especial da Cultura, publicado nesta segunda-feira (11).

O artigo que regulamentou a Lei Aldir Blanc, em agosto do ano passado, estabeleceu que os recursos que existiam em 1º de janeiro de 2021 nessa conta bancária deveriam ser devolvidos à União até o dia 10 deste primeiro mês.

Contudo, a Medida Provisória (MP) 1.019/2020, editada no fim de dezembro, prorrogou o prazo para a conclusão da execução dos recursos da Lei Aldir Blanc, de modo a permitir que haja a liquidação e o pagamento no exercício financeiro de 2021, se o Município tiver realizado no exercício de 2020, o empenho e a inscrição em restos a pagar dos recursos, além de outras determinações.

Aos municípios que ainda não realizaram ou não concluíram os pagamentos aos beneficiados – nos termos do que foi possibilitado pela MP 1.019/2020 –, reforça-se as orientações técnicas que se encontram na pergunta 8 da Nota Técnica 54/2020 sobre como proceder em relação a essas transferências.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Enfermeira tem foto viralizada na internet ao ser flagrada acalentando idosa com Covid-19


A foto de uma técnica de enfermagem ninando uma idosa de 70 anos com covid-19, viralizou na internet e muitos internautas ficaram encantados com a atitude da profissional de saúde.

Valdirene, trabalha em Itapeva no interior paulista em uma casa de repouso, se isolou da família e não ver os filhos há um mês, apenas para se dedicar a ajudar quem precisa.

A técnica em enfermagem disse que no local em que trabalha, 70 idosos estão infectados com a doença, e 15 deles morreram vitima do novo coronavírus. Valdirene disse que oferece aos idosos o carinho que eles precisam para superar os momentos difíceis. “É preciso ter esse carinho, além de fazer o básico. Eles precisam da gente”, disse.

A imagem foi tirada por um colega de trabalho que decidiu postar em suas redes sociais. Na foto, ela acalentava uma das suas pacientes, como faz diariamente, deixando os internautas com o coração sensibilizados com a atitude da profissional.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Professor de Harvard: alienígenas passaram perto da Terra em 2017 e coisas estão por vir



Em 6 de setembro de 2017, a espaçonave teria sido interceptada pelo cientista segundo revelado em seu livro "Extraterrestrial: The First Sign of Intelligent Life Beyond Earth"

Sputnik - O ex-chefe do Departamento de Astronomia da Universidade de Harvard, EUA, Abraham Loeb, afirma que espaçonave alienígena se aproximou de nosso planeta em 6 de setembro de 2017.

Na ocasião, segundo Loeb, o objeto extraterrestre viajou em direção ao nosso Sistema Solar vindo da estrela de Vega, que fica a cerca de 25 anos-luz de nós.

Em 6 de setembro de 2017, a espaçonave teria sido interceptada pelo cientista segundo revelado em seu livro "Extraterrestrial: The First Sign of Intelligent Life Beyond Earth" ("Extraterrestre: o primeiro sinal de vida inteligente fora da Terra", em tradução livre do inglês) com lançamento previsto para 26 de janeiro nos EUA.

No livro, Abraham Loeb, também chamado de Avi Loeb, escreveu que o objeto passou próximo da Terra antes de "se mover rapidamente em direção à constelação de Pegasus e à escuridão além", publicou o tabloide Daily Star trecho do livro.

Inicialmente, a espaçonave foi flagrada por um observatório localizado no Havaí, EUA, e chamado de Oumuamua, que significa escoteiro na língua havaiana.

Contradizendo a opinião de outros cientistas que acreditam que o objeto seria um cometa, Loeb, que chefiou até 2020 o Departamento de Astronomia da renomada Universidade de Harvard, é fiel à opinião de que Oumuamua pertence a uma forma de vida alienígena inteligente.

Acreditando que a civilização humana não está só no Universo, Loeb disse:

"Algumas pessoas não querem discutir a possibilidade de que existem outras civilizações lá fora [...]. Elas acreditam que somos especiais e únicos. Eu acho que isso é preconceito que deve ser abandonado."

O professor também acredita que novas descobertas semelhantes serão feitas no futuro próximo.

Clínicas particulares importam da Índia e garantem vacina contra a Covid para ricos; pobres ficam à mercê de Bolsonaro



Os ricos e a classe média que puder pagar garantirão sua imunização contra o coronavírus: comprando doses de vacina que serão importadas por clínicas particulares brasileiras da Índia. A Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas está cuidando da importação e garante: tem seringas e agulhas em estoque suficientes para seus clientes

247 - Enquanto o governo Bolsonaro boicota de todas as maneiras o início da vacinação do povo brasileiro, clínicas privadas irão importar 5 milhões de doses de vacinas desenvolvido na Índia e garantir a imunização dos ricos e da classe média que puder pagar. A Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) informou neste domingo (3) que negocia com o laboratório indiano Bharat Biotech a compra das vacinas, informa o G1O presidente da entidade Geraldo Barbosa, chegou a ironizar a incompetência do governo Bolsonaro, que sequer conseguiu comprar agulhas e seringas. "Já é do nosso negócio ter agulha e seringa, já é nosso estoque de rotina", disse ao UOL.

O imunizante que deve ser comprado pelas clínicas privada, chamado de Covaxin, teve o seu uso emergencial na Índia aprovado neste domingo pelas autoridades daquele país e ainda depende da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser usado no Brasil. A entidade das clínicas privadas já recebeu sinalização do governo Bolsonaro de que o pedido será tratado com deferência.

A vacina está na fase três de testes na Índia, etapa em que a eficácia é verificada. Os primeiros estudos clínicos mostraram que o imunizante não gera efeitos colaterais graves e produz anticorpos para a Covid-19. De acordo com a agência Reuters, o país aprovou o uso emergencial da vacina em meio a críticas sobre a falta de informações sobre a eficácia do imunizante.


Segundo o presidente da ABCVAC, Geraldo Barbosa, a expectativa é a de que o resultado da terceira fase dos testes saia ainda neste mês de janeiro. Se isso se confirmar, o laboratório deve entrar em fevereiro com pedido de registro definitivo na Anvisa.

Em um cenário otimista, de acordo com ele, a vacina deve estar disponível nas clínicas particulares do Brasil na segunda quinzena de março.