CONTATO

João Maciel Cel/WhatsApp: (68) 99963-7272 Email: joaomacieltk@gmail.com

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Com saída de Faustão, futebol na Globo pode mudar de horário aos domingos




Emissora estuda alternativas em função da mudança de grade

A TV Globo pode ter um novo horário de futebol aos domingos . De acordo com o jornalista Flávio Ricco, do "R7", a ideia da emissora, a partir de 2022, é exibir os jogos às 18h, já que não contará mais com o apresentador Fausto Silva.



O canal ainda estuda alternativas para preencher a lacuna que será deixada por Faustão , que já teve sua saída confirmada. A ideia é exibir dois filmes na parte da tarde, de acordo com a necessidade. Também não está descartada a criação de um novo programa.

Com a mudança para às 18h, o futebol passaria a entregar a programação para o Fantástico, que continuará entrando no ar às 20h.

Sem jogadores do São Paulo, Seleção do Brasileirão é definida; veja lista


Portal "UOL" revelou os jogadores que participarão do prêmio Craque do Brasileirão

Gabigol está na lista de melhor jogadores do Brasileirão

O Brasileirão só chega ao fim na próxima quinta-feira, mas a seleção do campeonato já está escolhida. Nesta terça-feira, o portal "UOL" revelou os jogadores que participarão do prêmio Craque do Brasileirão, marcado para acontecer na próxima sexta.

A escalação conta com dois atletas do Flamengo: Gabigol e Gerson. Além disso, chama atenção o fato do São Paulo, líder do campeonato por oito rodadas, não possuir nenhum representante. O atacante Luciano foi quem esteve mais perto, mas foi superado por Gabigol na reta final. Abel Braga, do Internacional, foi escolhido como melhor técnico.
Continua após a publicidade

Confira a escalação completa na galeria de fotos:












Craque do campeonato: Claudinho (Red Bull Bragantino)

Revelação: Claudinho (Red Bull Bragantino)

MEMBRO DE GRUPO DE WHATSAPP VAI DISTRIBUIR DUAS TONELADAS DE DONATIVOS PARA VÍTIMAS DA ALAGAÇÃO EM TARAUACÁ.

Mais uma ação do grupo de WhatsApp denominado "Bastidores de TKCit", bastante conhecido no município pelos debates que promove entre seus membros sobre diversas temáticas e, principalmente pela solidariedade em prol dos tarauacaense.

Para ajudar as pessoas atingidas pela grande enchente em Tarauacá, seus membros tendo a frente o Professor e empresário Dagoberto Guimarães, firmaram uma parceria com o Projeto "Olhar Diferente" que já desenvolve atividades voluntárias e solidárias em Rio Branco há 6 anos.

Em Tarauacá "Bastidores de TKCit", que existe ha 4 anos, ja promoveu o "SOS Naborzão" que mobilizou desportistas para revitalização do estádio, festival de verão, agito de verão e diversas ações pra ajudar pessoas necessitadas.

"Nosso planejamento já está pronto e vamos precisar de voluntários para nos ajudar a fazer distribuição de material de cerca de duas toneladas de donativos entre alimentos, roupas, calçados, material de limpeza, higiene pessoal e outros. Nosso centro de operações será o Ginásio Poliesportivo Ruinet Lima de Matos", destacou Dagoberto.

O grupo também tem uma conta receber doações.

Os que puderem ajudar entre em contato

992399542
Dagoberto Guimarães

MATA OS MORTOS...

 

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Empresa contrata testador de bonecas sexuais no Reino Unido


Um fabricante britânico de bonecas sexuais está buscando currículos para o cargo de "Inovador de Produto e Testador de Qualidade" -ou seja, para fazer sexo com as bonecas de plástico.

O salário oferecido é o equivalente a R$ 177 mil anuais, ou R$ 14,75 mil mensais, segundo o site da Silicone Sex World.

Além do salário, a empresa oferece 22 dias de férias por ano, desconto nos produtos para a família e os amigos do contratado, possibilidade de viagens internacionas, academia grátis e um telefone celular.

O trabalho consiste em "fazer muito sexo" com diferentes modelos de bonecas e avaliar os produtos, além de representar a companhia em eventos.

O candidato ideal, segundo a empresa, pode ser homem ou mulher e precisa ter experiência no mercado sexual, de preferência tendo trabalhado como ator ou atriz pornô.

Polícia dos EUA procura voluntários para ficarem bêbados em treinamento


Objetivo é ensinar policiais como reagir diante de cidadãos embriagados.

Um departamento de polícia nos EUA está à procura de três voluntários que se disponham a ficar embriagados para um treinamento.

A polícia de Kutztown, na Pensilvânia, explicou que procura voluntários para beberem e interagirem com policiais para que eles saibam como se comportar diante de cidadãos embriagados.

Os voluntários devem estar disponíveis entre 14h30 e 19.

O trabalho não será remunerado, mas todo o álcool consumido será gratuito.

Os voluntários devem ter entre 25 e 40 anos, devem ter ficha limpa na polícia e "disposição para beber até ficar bêbados".

Eles também precisam providenciar um amigo que os levem para casa em segurança depois do porre.

Polícia dos EUA procura voluntários para ficarem bêbados em treinamento — Foto: Reuters

Deputado pede contratação imediata de profissionais de saúde: “Todos estão cansados”


O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) solicitou em sessão remota desta quarta-feira, 10, que o governo do Acre contrate profissionais de saúde para ajudar no combate à pandemia do Covid-19.

Uma alternativa apresentada por ele é buscar os médicos formados no exterior ou que acabaram de se formar. “Quero fazer um apelo ao Governo do Estado, nós temos uma série de profissionais médicos que estão saindo agora e que se formarão, receberão seus diplomas, aliás”.

O parlamentar disse que no Conselho de Medicina do Acre há vários profissionais médicos em busca de oportunidade. “Muitos deles já estão se arrumando para ir embora e precisam de uma oportunidade.

Leite relatou que os profissionais de saúde estão sobrecarregados. “Todos muito cansados, essa pandemia está se esticando demais. E é importante que o Estado contrate mais médicos, enfermeiros, técnicos e outros profissionais que temos muito no mercado, para poder ajudar”, ressaltou.

Auxílio emergencial deve chegar a 40 milhões de pessoas; veja quem recebe


O Dia

em 2021, proposta é reduzir em 40% os beneficiados do programa

O auxílio emergencial será prorrogado também em 2021, e deve atender menos pessoas que no ano anterior. Em 2020 foram 67 milhões beneficiados pelo programa, a proposta para este ano é reduzir para 40 milhões . Segundo apuração da Folha de São Paulo, o Ministério da Economia busca agora focar na parcela mais pobre.

Para cortar custos, e ampliar a eficiência da medida, o programa terá novas regras para evitar casos como os de 2020, em que militares e servidores públicos receberam o benefício.

A equipe econômica insiste que as novas parcelas ficarão entre R$ 200 e R$ 250 , apesar das pressões da oposição . A quantidade de pessoas a receber esse valor inclui os beneficiários do Bolsa Família , que devem receber um aumento para igualar os demais atendidos.

O Ministério também estuda acabar com o pagamento em dobro para mães solteiras , feito no ano passado. O programa custaria no mínimo entre R$ 8 bilhões e R$ 12,5 bilhões por mês, considerando as variáveis de população e valor do benefício previstas, e duraria mais 3 meses.

Em 2020, o programa custou R$ 322 bilhões.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

CONSELHO MUNICIPAL DA SAÚDE DE TARAUACÁ SE REUNIU, PARA APROVAR A COMPRA DE DUAS VANS E DUAS AMBULANCIAS PARA O MUNICIPIO.


Aconteceu na manhã desta última terça-feira (09), no prédio da secretaria municipal de saúde, uma reunião com os membros do Conselho Municipal de Saúde de Tarauacá. 

 

A reunião tinha como objetivo a apresentação dos documentos referentes ao processo de aquisição de 2 ambulâncias e 2 vans pra o município, sendo que as vans serão utilizadas no transporte de pacientes do TFD, e as ambulâncias uma para o atendimento na zona rural BR- sentido TK/CZS, e outra na cidade.

 

Estiveram presentes o secretário de saúde do município professor Aderlândio França, e os conselheiros Jarbas Lopes, Rodineia Guilherme, João Maciel, Márcia, Airton e Eneida Amauacas.

 

Na reunião ainda foi tratado da questão do atendimento nos postos de saúde do município, dos médicos e dentistas e da questão do calendário das vacinas do Covid-19. 



Fachin lista "sete sintomas" e diz que "bolsonarismo corrompeu democracia"



O bolsonarismo corrompeu a democracia brasileira, de acordo com Luiz Fachin.Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele listou “sete sintomas” desse mal...

O Antagonista
O bolsonarismo corrompeu a democracia, segundo Fachin


O bolsonarismo corrompeu a democracia brasileira, de acordo com Luiz Fachin .

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Fachin listou “sete sintomas” desse mal: “em primeiro lugar, a remilitarização do governo civil, que é um sintoma preocupante. Em segundo lugar, intimidações de fechamento dos demais Poderes. Em terceiro, declarações acintosas de depreciação do valor do voto ".

"Em quarto, palavras e ações que atentam contra a liberdade de imprensa . Em quinto lugar, incentivo às armas e por consequência a violência — o Brasil precisa de saúde e educação, não de violência nem de armas. Em sexto lugar, a recusa antecipada de resultado eleitoral adverso", seguiu o ministro.
Continua após a publicidade

"Em sétimo lugar, revelando portanto que vivemos uma crise da democracia , e a corrupção da democracia é o arbítrio, há um grave problema da naturalização da corrupção de agentes administrativos e portanto isso mostra que a corrupção da democracia está no presente momento associada às forças invisíveis da grande corrupção. A grande corrupção no Brasil funciona como o coronavírus, provoca efeitos danosos imensos, mas não é visível a olho nu”, concluiu Fachin .

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Bolsa Família deve ser ampliado para substituir auxílio, diz líder do governo



O deputado Ricardo Barros defendeu, ainda, que qualificação profissional seja um critério para o novo benefício

Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara

O líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros , defende que as famílias do Bolsa Família sejam ampliadas, o que substituiria o retorno do auxílio emergencial . O deputado já havia dito, no início do mês, que o benefício não poderia voltar . As informações são da coluna de Andréia Sadi, no G1.

Atualmente, a discussão sobre o retorno do auxílio é uma das principais pautas nos ministérios do governo de Jair Bolsonaro e no Congresso Nacional. O ministro da Economia, Paulo Guedes , defendeu que a volta do benefício deve acontecer envolvendo metade das pessoas .

Já Barros afirmou que o modelo será diferente. "O Auxílio Emergencial foi feito dentro decreto de calamidade, é um cheque em branco e não temos mais. Não se pode repetir a fórmula do auxílio. Vamos socorrer, mas não naquele modelo. A ajuda para quem precisa vai ser mais uma continuação do Bolsa Família", afirmou o deputado.
Continua após a publicidade

Barros defende, ainda, que as prefeituras verifiquem se quem recebe o Bolsa Família "realmente precisa". "No auxílio tudo foi feito por declaração voluntária. Se precisava ou não, ninguém conferiu. Defendo que as prefeituras façam essa verificação", disse.

O deputado ainda quer que novos critérios sejam utilizados para definir quem rebe o auxílio , como qualificação profissional e desempenho escolar. “O programa não incentiva a sair. A rampa de ascensão social precisa ter mecanismos para que as pessoas saiam depois. Então, podemos ampliar mas precisa cobrar desempenho escolar, qualificação profissional, por exemplo”.

Grupo de médicos e cientistas protocola pedido de impeachment de Bolsonaro


Documento aponta crime de responsabilidade e diz que o negacionismo do presidente diante da pandemia de Covid-19 tem custado vidas. Mais de 60 pedidos de impeachment já foram protocolados contra o presidente da República.

Grupo de médicos e cientistas pede impeachment de Bolsonaro pela atuação do governo na pandemia

Um grupo de médicos e cientistas protocolou um pedido de impeachment na Câmara contra o presidente Jair Bolsonaro. O pedido afirma que Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade na condução da pandemia de Covid-19.

Para embasar o pedido, os médicos e cientistas listaram uma série de declarações públicas e ações de Bolsonaro desde março de 2020, quando o coronavírus começou a se alastrar pelo país, até o dia 20 do mês passado.

Foi citada, por exemplo, a frase "Não sou coveiro", proferida por Bolsonaro após ser questionado sobre o elevado número de óbitos pela doença no país. O pedido lembra também as declarações de Bolsonaro contra as medidas de isolamento social e as ocasiões em que o presidente minimizou os efeitos da doença.

Segundo os médicos e cientistas, o presidente "usou seus poderes legais e sua força política para desacreditar medidas sanitárias de eficácia comprovada e desorientar a população cuja saúde deveria proteger".

O pedido também afirma que o negacionismo de Bolsonaro tem custado vidas de brasileiros.

"o Sr. Jair Messias Bolsonaro insistiu em arrastar a credibilidade da Presidência da República (e, consequentemente, do Brasil) a um precipício negacionista que implicou (e vem implicando) perda de vidas e prejuízos incomensuráveis, da saúde à economia", diz um trecho do documento.

Cabe ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decidir se aceita ou não um pedido de impeachment. Já foram protocolados mais de 60 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Lira é aliado do presidente da República.

Outros pedidos

No dia 26 de janeiro lideranças religiosas protocolaram na Câmara um pedido de impeachment contra Bolsonaro, também devido à atuação do governo no enfrentamento da pandemia.

O documento foi assinado por 380 pessoas, entre as quais bispos, pastores, padres e frades, ligadas a igrejas cristãs, incluindo católicas, anglicanas, luteranas, presbiterianas, batistas e metodistas, além de 17 movimentos cristãos.

No dia seguinte, outro pedido foi protocolado por seis partidos de oposição — PT, PSB, PDT, PCdoB, PSOL e Rede – com base nos mesmos argumentos.

G1.

“É preciso apagar a ideia de que reduzir a desigualdade é coisa de comunista”



Ex-economista do Banco Mundial, Martin Ravallion agora dá aulas em Georgetown. De família humilde, sofreu em primeira pessoa o impacto da pobreza antes de lutar contra ela

Uma hora de conversa com Martin Ravallion (Sidney, 1952) é o mais parecido a um livro de macroeconomia aberto em duas páginas: a da desigualdade e a das falhas do capitalismo do século XXI. Pai da tabela de um dólar (4 reais) diário como linha global de pobreza quando era economista do Banco Mundial — onde anos depois dirigiu seu prestigioso grupo de pesquisa para o desenvolvimento —, é desde 2013 professor da Universidade Georgetown (EUA). Ravallion, instalado há anos entre os 100 economistas mais reconhecidos do mundo de acordo com a classificação do Ideas-Repec, sabe bem o significado da desigualdade: nasceu em uma família pobre, sofreu na própria carne o que significa viver com dificuldades e decidiu que “não queria ser pobre” nunca mais, como disse quando recebeu o prêmio Fronteiras do Conhecimento BBVA, em 2016. “Todos os meus papers são muito chatos”, diz rindo ao EL PAÍS pouco depois de dar uma conferência organizada pela Oxfam no Colégio do México. Não é verdade: o australiano é um dos especialistas que melhor explicam, com palavras ao alcance de todos, por que a iniquidade é um dos grandes problemas globais de nosso tempo.

Pergunta. A pobreza extrema caiu bastante nas últimas décadas, mas a desigualdade ofuscou essa boa notícia.

Resposta. A desigualdade global, entendida como aquela entre todos os habitantes do planeta e em termos relativos, também caiu. Não tanto como a pobreza, mas caiu. E isso é algo que costuma confundir as pessoas.

P. Cito um recente estudo do Banco Mundial, que o senhor conhece bem: “A queda na taxa de pobreza desacelerou, aumentando dessa forma a preocupação sobre a consecução do objetivo de acabar com a pobreza extrema em 2030”. O que está acontecendo?

R. Parte disso tem a ver com a desaceleração (econômica) na África e com o fato de que a redução da pobreza teve a ver em boa medida com o boom das matérias-primas, que se deteve. Mas são coisas que flutuam, e acho que não deveríamos ver isso como um grande problema: estamos no caminho, desde que não ocorra outra crise financeira global, para cumprir com o objetivo do próprio Banco Mundial de diminuir a 3% a pobreza extrema global em 2030. Ainda que, claro, não sou isento porque colocar esse número foi uma das últimas coisas que fiz no Banco Mundial (risos). Se traçarmos como meta o objetivo de desenvolvimento sustentável (das Nações Unidas) de “eliminar a pobreza” chegando a 0%, isso não ocorrerá sem uma grande mudança nas políticas: ao ritmo atual levará 200 anos.

P. Mas mesmo eliminar a pobreza extrema não quer dizer que deixarão de existir milhões de pessoas em situação de miséria.
“Gostaria que o capitalismo funcionasse para todo mundo. Não vejo isso acontecer”

R. De forma alguma. A linha de 1,90 dólares (7,5 reais) por dia é realmente baixa: imaginemos o pouco que se pode comprar com essa quantidade.

P. A desigualdade irrompeu na agenda, mas fala-se o suficiente dela?

R. Não, deveríamos falar mais e fazê-lo de maneira mais específica. Devemos nos centrar menos nas estatísticas e mais em aspectos concretos que possam atrair a atenção (da sociedade) e nos mobilizar à ação. Ainda que a desigualdade atraia maior atenção, a pobreza sempre dominou o debate. “Pobreza” é uma palavra popular e “desigualdade” não, mas, em parte, isso está mudando: a pobreza está se transformando em uma questão respeitável na literatura acadêmica e a sociedade é cada vez mais consciente.

P. A evolução recente na América Latina deve nos preocupar?

R. Sim. A situação da pobreza é muito melhor do que em outras regiões, como a África subsaariana, mas sua evolução está sendo pior. A desigualdade na América Latina é muito alta e isso é um problema, tanto ao crescimento econômico como à luta contra a pobreza. E a falta de consenso em relação a esse ponto é um grande problema: há muita complacência e muita falsa retórica. Toda a desigualdade é sempre ruim? Não, não é verdade. Há níveis de desigualdade que são positivos em termos de incentivos, ao crescimento e à própria redução da pobreza. Mas esse grau de desigualdade, como a desigualdade racial e de gênero, é inaceitável e devemos construir um consenso em torno disso.

P. Como?

R. É preciso mostrar mais às pessoas como a desigualdade é custosa. Não é somente ética e moralmente repulsiva: também é uma má notícia ao crescimento econômico. Se a desigualdade não é bem gerida não ocorre muito crescimento e não será possível aproveitar seus benefícios. Tudo está conectado.

P. Há um consenso quase total em torno à ideia de que a pobreza é negativa e deve ser combatida, mas não existe o mesmo consenso em relação à desigualdade. Por que alguns ainda veem na desigualdade um catalisador do crescimento?

R. Muita gente apela à ideia de que em um mundo sem desigualdade não haveria incentivos e, como dizia, há uma certa verdade nessa afirmação. Mas o objetivo não deve ser a desigualdade zero, e sim a pobreza zero. O objetivo deve ser um nível de desigualdade manejável, aceitável, que não se perpetue. Continuam existindo economistas que não prestam atenção às questões de distribuição de renda: nunca será possível fazer com que todos os economistas da academia concordem em algo. Mas não acho que alguém possa consultar a literatura disponível hoje e discordar do fato de que a desigualdade é um freio ao crescimento. Há 15 ou 20 anos, a maioria dos economistas pensava unicamente na eficiência e dizia que a desigualdade era positiva ao crescimento: novamente, depende dos níveis de desigualdade de que estamos falando, mas agora já são poucos. É significativo que o livro de economia mais vendido de todos os tempos seja um sobre desigualdade, O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty.
“Continuam existindo economistas que não prestam atenção à distribuição de renda”

P. Qual seria a desigualdade “aceitável”?

R. Não sei: sabemos quando é muito alta, como em muitos países latino-americanos hoje, e quando é muito baixa, como na extinta União Soviética, na China anterior aos anos oitenta. E quando nos movemos na direção correta.

P. Pensemos em um índice como o de Gini. Em que ponto deveria estar a iniquidade para que fosse “manejável”?

R. Não focaria tanto nos índices, e sim nas causas: é preciso existir boas condições de saúde, creches e escolas decentes, os jovens devem poder estudar na Universidade e desenvolver todo o seu potencial... Essas são as coisas que verdadeiramente importam: é preciso focar mais nas políticas do que nos índices e nas taxas. Também apagar a ideia de que querer reduzir a desigualdade é coisa de comunista: eu gostaria que o capitalismo funcionasse para todo mundo. E não vejo isso acontecer.

P. A pergunta de um milhão: como podemos fazer com que o capitalismo funcione para todos?

R. Principalmente, assegurando que o campo de jogo fique muito mais nivelado: tentando minimizar a desvantagem das crianças que nascem em famílias pobres. E isso requer uma intervenção a partir das menores idades: precisamos de políticas que corrijam essa iniquidade desde o começo.

P. Mas acha possível um capitalismo que funcione para todos.

R. Sem dúvida. Não disseram que o capitalismo é uma ideia terrível, mas melhor do que as outras? Não adoro o capitalismo, mas acho que não há nenhum outro sistema que possa se equiparar à economia de mercado. Dito isto, o capitalismo de hoje não é o mesmo do qual falava Adam Smith: se tornou menos competitivo e muito mais dominado por monopólios. Deveríamos nos preocupar por isso: como é a concorrência na indústria tecnológica, por exemplo? As coisas que um capitalismo verdadeiramente competitivo pode conseguir são incríveis, mas para isso precisamos nos assegurar de que a concorrência se mantenha e que se lide bem com a desigualdade. E para isso são necessárias boas políticas.

P. Aprendemos com os erros de políticas públicas cometidos no passado?

R. Não. É muito frustrante ver a falta de atenção dada à avaliação das políticas. Em parte, porque quase todos os políticos não querem escutar que seus programas não funcionam bem e em parte porque muitas vezes os programas são muito inflexíveis. Avançamos muito nos programas de avaliação de impacto desses planos nos últimos 20 anos, mas o maior desafio é que isso chegue ao processo político.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

DIRIGENTES DO PCdoB DE TARAUACÁ PRESTIGIAM INICIO DOS TRABALHOS DA CÂMARA DE VEREADORES, E DÃO AS BOAS VINDAS AOS PARLAMENTARES ELEITOS PELO O PARTIDO.


Estiveram presentes na câmara de vereadores na manhã desta terça-feira (2), na sessão ordinária que marcou a abertura dos trabalhos Legislativo do Biênio de 2021-2024, do Município de Tarauacá, os dirigentes do PCdoB no município, camaradas João Maciel (presidente da sigla), Raimundo Brasil (tesoureiro) e Lauro Benigno (ex-vereador).


A sessão teve a presença da prefeita Maria Lucinéia, do delegado da cidade, Valdinei Soares, tenente José Corrêa, comandante dos bombeiros, representante da policia militar, M. Alcântara e do vice-prefeito Raimundo Maranguape, e foi presidido pelo presidente Chico Batista.


Na sessão estavam presentes todos os vereadores eleitos para o Biênio de 2021-2024, onde o partido elegeu os vereadores Sidenir e Manoel Monteiro que irá ocupar a 1º secretaria da casa.


O presidente do Diretório Municipal do partido João Maciel, parabenizou aos parlamentares eleitos, e disse que o partido fará oposição aos Governos que ousarem descumprir as Leis ou que buscarem usufruir do patrimônio publico em beneficio próprio, seremos fiscais do povo e propositores de mudanças, e quando o executivo estiver trabalhando para o povo, terá nosso apoio, caso o contrario terá nosso repudio e oposição ferrenha.

Caso raro: galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina



De acordo com o dono, Chico já colocou ao menos nove ovos

O galo virou atração em Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina

Um galo que bota ovos chamou a atenção dos moradores do município de Caçador, no Meio-Oeste de Santa Catarina . O caso raro foi flagrado pelo dono da ave, que estava pronto para abater o galo Chico até encontrar os ovos. As informações são do portal NSC Total .

"Eu tenho 64 anos e nunca tinha visto isso na vida", disse o dono de Chico, Pedrinho Martins da Silva. O homem afirmou ter comprado o galo há cerca de oito meses, quando ainda era filhote. De acordo com ele, nas últimas semanas, Chico colocou pelo menos nove ovos.
Continua após a publicidade

"Eu ia abater ele junto dos outros três galos, são quatro que estão juntos em um galinheiro. A primeira vez que vi o ovo lá achei que era brincadeira, não tinha nenhuma galinha lá. Coloquei primeiro uma lâmpada, depois uma câmera, agora o galo é monitorado 24 horas por dia" disse ele.

Depois da descoberta, Pedrinho desistiu de matar Chico e também os outros três galos que estão no galinheiro com ele. Segundo o portal, é raro que um galo coloque ovos, mas pode acontecer caso ele seja hermafrodita, ou seja, tenha, ao mesmo tempo, um testículo e um ovário.

Prefeita Maria Lucinéia assina ordem de serviço para modernização do estádio Naborzão


A prefeita de Tarauacá, Maria Lucinéia (PDT), assinou na manhã desta quarta-feira (3), a ordem de serviço para realizar as obras de modernização do estádio Naborzão.

As obras têm como objetivo modernizar a infraestrutura do estádio e serão financiadas pelo Ministério da Cidadania e pela Prefeitura Municipal, por meio de emendas do senador Sérgio Petecão e da deputada federal Jéssica Sales.

Segundo a prefeita Lucinéia essa obra vem para beneficiar todos os desportistas e população em geral e também na geração de trabalho.

(Assessoria)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Mulher compra iPhone 12 de R$ 8 mil nas “Casas Bahia” e recebe saco de areia


Brasil – Uma moradora do Distrito Federal comprou um iPhone 12 nas Casas Bahia e, quando recebeu o aparelho, encontrou um saco de areia dentro da caixa. O caso foi relatado por ela nas redes sociais.

A publicitária Lilian Estevanato, de 32 anos, comprou o modelo, que custa R$ 8 mil, na loja online da empresa na última quinta-feira (28). Na segunda-feira (1), a encomenda chegou em sua casa. “Achei a entrega rápida. Não desconfiei de nada quando recebi a encomenda. Veio, inclusive, na caixinha do iPhone, estava lacrada. Quando abri e vi o saco de areia entrei em desespero, sem saber o que fazer. Pensei que tinha caído em um golpe, comprado por um site falso”, conta ao Metrópoles.

Depois de perceber o erro, Lilian entrou em contato com os canais de atendimento das Casas Bahia, e foi informada que precisaria esperar para que a situação fosse avaliada. “Eu questionei, porque não se trata de atraso na entrega de um pedido ou outras demandas comuns. Paguei R$ 8 mil e recebi um saco de areia. Acionei a loja por todos os canais possíveis, registrei o caso no Reclame Aqui e fiz uma publicação nas minhas redes sociais”, relata.

Depois que a publicação ganhou força nas redes sociais, as Casas Bahia entraram em contato com ela para sugerir a devolução do valor ou o envio de um iPhone 12. Lilian fechou acordo com a loja para o envio do smartphone.

“O que chamou a atenção foi que, ao pesquisar sobre o caso e registrar a reclamação, descobri que dezenas de pessoas passaram pela mesma situação. Nem todas conseguiram a restituição“, alerta Lilian.

Fonte: Meia Hora

Frio, temporais e inundações podem chegar ao Acre nesta semana, diz Davi Friale



O pesquisador disse que a frente fria chega ao Acre nesta quinta-feira (4), com chuvas intensas

O pesquisador Davi Friale já lançou a seu previsão do tempo para esta semana em todo o Acre.

De acordo com ele, a primeira semana de fevereiro de 2021 terá alguns eventos atmosféricos significativos, que poderão causar transtornos à população.

“Até quarta-feira (3), o calor abafado, com chuvas, em geral, passageiras e pontuais, vai predominar no Acre, em Rondônia e nas áreas próximas. Em alguns municípios, inclusive, na capital, poderão ocorrer chuvas fortes, com raios e ventanias leves, mas de forma passageiras”, disse.

Friale disse ainda que uma frente fria chega ao Acre nesta quinta-feira (4), com chuvas intensas e prolongadas, com possibilidade de temporais.

“Na sexta-feira, o tempo ficará muito instável em todo o Acre, na maior parte de Rondônia, no sul e oeste do Amazonas, em Mato Grosso, em Goiás, na Bolívia (planícies) e no Peru (selva), com chuvas a qualquer hora e temperatura amena”, continuou.

O metereologista afirmou que a quinta-feira pode ser marcada por inundação de ruas, transbordamento de córregos e igarapés, queda de galhos e árvores e deslizamentos de terra.

Mesmo com a previsão que assusta os acreanos, Friale acredita que os principais rios estão sem perigo de transbordamento.

“Apenas os pequenos rios, ou seja, os córregos e igarapés, é que poderão transbordar a partir de sexta-feira, devido às chuvas intensas que deverão ocorrer a partir de quinta-feira, as quais poderão continuar no fim de semana”, finalizou.

Sociedade de Pediatria afirma que puérperas e lactantes devem tomar vacina contra Covid-19


Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 há a discussão sobre a imunização em mulheres grávidas, puérperas, que são as mulheres que tiveram filho até 45 dias, e as lactantes.

A dúvida é que por conta da “pressa” em se produzir uma vacina para tentar deter a pandemia mundial, a segurança e eficácia das vacinas não foram avaliadas nestes grupos. No entanto, estudos em animais não demonstraram risco de malformações.

No último dia 27 de janeiro, a Sociedade Brasileira de Pediatria, divulgou seu guia prático de atualização sobre as vacinas contra a Covid-19.

De acordo com o documento, no caso das mulheres grávidas, a vacinação poderá ser realizada de acordo com a decisão do médico e da gestante. “Para as mulheres pertencentes ao grupo de risco e nestas condições, a vacinação poderá ser realizada após avaliação cautelosa dos riscos e benefícios e com decisão compartilhada, entre a mulher e seu médico prescritor”.

O guia diz ainda que as gestantes que forem vacinadas inadvertidamente, que pode acontecer no caso da mulher e imunizar sem ainda saber que está grávida, o profissional deverá tranquilizá-las sobre a baixa probabilidade de risco e encaminhar para o acompanhamento pré-natal de rotina.

A vacinação inadvertida deverá ser notificada no sistema de notificação e-SUS notifica como erro de imunização, para fins de controle e monitoramento de imunização, para fins de controle e monitoramento de ocorrência de eventos adversos.

No caso das puérperas, como são chamadas as mulheres que tiveram filho até o prazo de 45 dias, e as lactantes não há objeção, de acordo com o guia. “Puérperas e lactantes pertencentes aos grupos prioritários devem ser vacinadas normalmente com qualquer uma das vacinas”.

Professor Taraucaense Uéliton Freire, lança seu primeiro livro de poesias.


O professor da rede pública de ensino no município de Jordão, Uéliton Freire, de 43 anos, lançou o seu primeiro livro.

Trata-se da obra “Momentos Poéticos”, que ganhou repercussão em todo o município.

Natural de Tarauacá, Uéliton é autor de outros textos também publicados em antologias acreanas.

Em entrevista ao ContilNet, ele falou sobre a satisfação de trazer um pouco da sua vida no seu primeiro livro.

“Surgiu a partir de um blog que eu tinha, mas que foi desativado. Decidi colocar meus escritos de lá no livro. Uma obra eclética, que fala de sentimentos, fatos, pessoas, lugares. “, comentou.

“Para muitos pode parecer algo sem importância. Há até quem considera uma perda de tempo. Mas para mim, não. Longe disso. A publicação de um livro é a realização de um sonho. Um sonho antigo que eu nutria. Sempre quis deixar no mundo das palavras a minha contribuição, e aí está. Agora, mesmo que muitos não aceitem, eu posso dizer que sou efetivamente escritor, pois tenho uma obra publicada. A primeira de muitas, se Deus permitir”, continuou.

Uéliton está em busca de patrocinadores para a produção do livro impresso, mas o e-book está disponível na internet, CLICANDO AQUI.

Interessados podem entrar em contato com ele pelo (68) 68 98412-9771.

“Só espero que um dia as autoridades públicas, principalmente do meu município, entendam que o investimento em livros, na leitura, na educação de uma forma geral, é o primeiro e essencial passo para mudar positivamente uma realidade social. Esse também é mais um sonho meu, espero que em algum momento se realize”, finalizou.

Por: ContilNet

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Mulher se vinga de traição do namorado casando com ex da amante dele



Jade Puvis contou que estava em um relacionamento de 3 anos quando foi traída pelo antigo companheiro

Mulher se vinga de traição de maneira inusitada

Tem pessoas que escolhem se vingar de traições e algumas delas encontram maneiras inusitadas de fazer isso, como a mulher que jogou glitter na casa do ex . A escocesa Jade Purvis encontrou outra maneira de conseguir sua vingança, como ela contou em um vídeo no TikTok que já tem mais de 1 milhão de visualizações.

"Nós estávamos juntos por três anos quando ele dirigiu 302 quilômetros para me trair com uma garota que estava em um relacionamento de 5 anos e meio", ela contou no vídeo.
Continua após a publicidade

"O namorado dela e eu resolvemos que iríamos ter a noss própria vingança. Ele dirigiu 302 quilômetros para me ver. Ele não foi embora e isso foi há sete anos. Estamos casados há quatro anos. Eu acho que nós ganhamos", Jade concluiu mostrando uma foto do casamento com o marido.

Jenilson pede que governo ponha em discussão o PCCR dos servidores da saúde

Jenilson Leite é o deputado mais produtivo do Acre. Foto: Jardy Lopes

Na volta dos trabalhos legislativos, na manhã desta segunda-feira (1°), o deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), membro da Comissão de Saúde, usou a tribuna da ALEAC para pedir ao governo Estado que cumpra a promessa de discutir o Plano de Cargos , Carreiras e Remuneração ( PCCR) dos servidores da saúde.

O deputado lembrou que a classe da saúde foi a grande protagonista do ano de 2020, além disso, enfatizou que com a vitória de Gladson Cameli criou-se uma grande espectativa de uma discussão do PCCR dos servidores de saúde, como havia sido prometido em campanha pelo atual gestor. “Havia uma grande expectativa em melhoria da saúde em 2021, que tivéssemos um horizonte melhor, com a chegada da vacina, e de fato vem ter. Mas veio a dengue e está complicado um pouco mais. Contudo, no meio disso tudo, os servidores de saúde tem sido o grande protagonista de toda essa guerra que enfrentamos”, pondera.

Mediante a isso, peço ao governador Gladson Cameli que aprofunde de fato a discussão sobre o PCCR dessa classe. ” Foi prometido e firmado esse compromisso lá atrás, durante a campanha, com os servidores em saúde do Estado do Acre. Eles estão todos os dias nas nossas unidades trabalhando, de manhã , de tarde e de noite. E muitos ganham menos que um salário mínimo e há toda essa expectativa criada com a eleição do Gladson Cameli, acerca da criação do plano de cargo, carreiras e salário, para nossos servidores. Que ao longo dessa pandemia tem demonstrado seu compromisso, muitos deles já perderam a vida, mas outros estão lutando e precisam desse reconhecimento, para fazer jus aos que doam suas vidas para salvar a dos outros”.

Entre doses de whisky, bancada evangélica celebra candidatura de Lira em festa na casa do parlamentar



Bancada evangélica se reuniu na casa do candidato à presidência da Câmara, o bolsonarista Arthur Lira (Progressistas), para promover um animado "louvor" regado a doses de whisky.

247 - A bancada evangélica se reuniu neste domingo (31) na casa do candidato à presidência da Câmara, o bolsonarista Arthur Lira (Progressistas), para promover um animado "louvor" regado a doses de whisky.

Durante a festa, os deputados cantaram músicas cristãs e declararam apoio ao candidato de Jair Bolsonaro.

As cenas foram duramente criticadas pelos internautas, que apontaram o envolvimento da Igreja no fisiologismo político.

Governo libera quase R$ 2 milhões para entidades sociais no Acre


O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) quase R$ 2 milhões para cerca de 25 entidades não governamentais que trabalham com assistência social do Acre.

Os recursos são oriundos de emendas individuais dos deputados estaduais acreanos e fazem parte do apoio às ações desenvolvidas por essas entidades, visando o fortalecimento das políticas públicas de assistência social no Acre.

Ao todo serão disponibilizados para as entidades R$ 1.768,00. As entidades que mais receberão recursos são a Fundação Assistencial e Educacional – Betel com R$ 350 mil, o Lar dos Vicentinos com R$ 250 mil e o Educandário em Cruzeiro do Sul com R$ 245 mil.

Confira abaixo a lista o valor recebido por cada entidade:

Diocese de Rio Branco – Paróquia São Peregrino – R$ 30 mil

Diocese de Rio Branco -Paróquia São Sebastião – R$ 30 mil

Centro Espírita Beneficente União Do Vegetal – Núcleo João Lango Moura – R$ 70 mil

Educandário Santa Margarida – R$ 100 mil

Centro Espírita Beneficente União Do Vegetal – Núcleo João Brandinho – R$ 50 mil

Centro Espírita Beneficente União Do Vegetal – Núcleo Senhora Das Águas- R$ 20 mil

Centro Espírita Beneficente União Do Vegetal – Núcleo Cruzeiro Do Sul – R$ 50 mil

Associação De Pais E Amigos Dos Excepcionais – APAE- R$ 15 mil

APAE de Cruzeiro do Sul – R$ 30 mil

Centro Espírita Beneficente União Do Vegetal – Núcleo Encanto Da Rosa – R$ 60 mil

Centro Espírita e Culto de Oração “Casa de Jesus – Fonte de Luz” – R$ 20 mil

Centro Espírita Beneficente União do Vegetal – Núcleo Jardim Real – R$ 10 mil

Centro Espírita Beneficente União do Vegetal – Núcleo Água da Vida – R$ 10 mil

Centro Espírita Beneficente União do Vegetal – Núcleo Marechal – R$ 60 mil

Associação Cristã Alfa – Acalfa – R$ 75 mil

Associação de Amparo ao Idoso – Lar Novo Hamburgo – R$ 20 mil

Associação Cristã de Apoio à Pessoa em Situação de Vulnerabilidade – Acapev – R$ 65 mil

Missão Família Obra Irmã Demétria – R$ 20 mil

Associação Beneficente Solar das Acácias – R$ 18 mil

Diocese de Cruzeiro Do Sul – R$ 80 mil

Obra Social Nossa Senhora da Glória Fazenda da Esperança – R$ 50 mil

Associação dos Surdos e Deficientes Físicos de Tarauacá – R$ 40 mil

Homem sofre infarto durante relação sexual e morre em motel


Um funcionário público identificado apenas como Lima, sofreu um infarto e morreu dentro de um motel localizado na Via Chico Mendes, no bairro Comara, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações, Lima é casado e estava com uma garota de programa no quarto do motel, quando inesperadamente durante a relação sexual começou a passar mal. A garota ao perceber que o homem estava infartando, ligou para o atendente do motel e pediu ajuda.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local ele já se encontrava morto.

A mulher de Lima, ao receber a notícia, se deslocou até ao motel e teve que ser contida para não invadir o local.

Policiais Militares estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos de perícia. O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

Familiares registraram um boletim de ocorrência e a garota de programa foi encaminhada a delegacia para prestar esclarecimentos.

ac24h.

Aparece o preço do apoio de DEM a Lira: partido ganhará o MEC


A entrega do Ministério da Educação para o DEM é o preço ajustado entre Bolsonaro e o presidente da sigla, ACM Neto, pelo apoio a Arthur Lira à Presidência da Câmara

247 - O apoio do DEM ao candidato de Bolsonaro na Câmara, Arthur Lira (PP-AL) teve um preço ajustado: a entrega da gestão da educação brasileiro para a sigla de ACM Neto. A promessa de Jair Bolsonaro é a de entregar ao DEM o Ministério da Educação logo depois da eleição da Presidência da Câmara, se Lira vencer, informa O Antagonista.

ACM Neto liderou a mudança do apoio da sigla de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato de Maia, para Arthur Lira, o de Bolsonaro.

O nome do DEM para o MEC é o do deputado João Roma, do Republicanos, do grupo de ACM Neto, que teria carta branca para lotear toda a pasta – com exceção do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), que fica com Marcelo Lopes da Ponte, nomeado por indicação do senador Ciro Nogueira, presidente do PP.

Roma sucederia o pastor Milton Ribeiro no MEC. Se confirmada a nomeação, estaria encerrado o ciclo ideológico à frente do Ministério, antes do pastor, os radicais de extrema-direita Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub.

Fonte: brasil247.com