CONTATO

João Maciel Cel/WhatsApp: (68) 99987-8080 Email: joaomacieltk@gmail.com

sexta-feira, 6 de abril de 2018

A 38 dias da lista, Tite tem decisões e Brasileirão para fechar cinco vagas da Copa


Reta final na Europa e início do principal campeonato do país serão base para a comissão técnica da Seleção definir o grupo; convocação deve ser no dia 14 de maio

A convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo deverá ser feita no dia 14 de maio. Tite ainda tem 38 dias para ver, observar e analisar partidas e jogadores, e desfazer as últimas dúvidas que o atormentam na escolha dos 23 que tentarão o hexacampeonato mundial na Rússia.

Será a parte final de um longo processo de acompanhamento que já levou 64 atletas às listas do técnico. Há 16 vagas definidas para a Copa, e outras duas ficaram bem encaminhadas depois dos últimos amistosos, contra Rússia e Alemanha: as do volante Fred e do atacante Douglas Costa.

Tite tem cinco vagas abertas na Seleção para a Copa do Mundo (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Nas cinco posições em que ainda há incertezas, Tite tem dilemas diferentes a resolver. Em algumas, tem nomes bem definidos disputando um único lugar, caso de Neto e Cássio, por exemplo, postulantes a terceiro goleiro. Mas outras são mais complexas. Há uma vaga que vai depender do que o técnico julgar mais importante ter no grupo: um centroavante alto e cabeceador, um meia de criação ou outro de mais chegada à área.

Tudo isso será resolvido com presenças in loco nos estádios e movimentos intensos no controle remoto para acompanhar futebol, futebol e mais futebol até o dia 14 de maio:

O que Tite e sua comissão ainda vão ver antes da convocação?

Ligas europeias

As principais, que cedem a maioria dos jogadores à Seleção, estarão encerradas (Inglaterra) ou, no caso a uma rodada do fim (Espanha, França e Itália). Embora nem todas as disputas de títulos estejam emocionantes, a comissão técnica poderá observar tanto aqueles garantidos na Copa, como outros que ainda cobiçam estar no grupo da Copa do Mundo. Até o dia da convocação, haverá seis ou sete rodadas a serem disputadas.
Casemiro e Marcelo disputam a reta final da Liga, mas prioridade no Real Madrid é a Champions (Foto: Reuters)

Liga dos Campeões

Tite e seus auxiliares ainda poderão ver os quatro jogos de volta das quartas de final – Manchester City x Liverpool, Roma x Barcelona, Bayern de Munique x Sevilla e Real Madrid x Juventus. Haverá tempo também para as semifinais. Só mesmo a grande decisão será disputada depois da convocação, no dia 26 de maio. Inclusive, os convocados que estiverem envolvidos na final não vão participar da primeira etapa de treinos da Seleção, na Granja Comary. Eles vão se apresentar diretamente em Londres, no dia 28.

Campeonato Brasileiro

Os clubes do país cederão poucos jogadores à Seleção na Copa do Mundo. Não devem ser mais do que três os convocados, mas se quiser tirar ainda conclusões finais, a comissão técnica poderá assistir a cinco rodadas do mais relevante campeonato do país. Momentos importantes para atletas como Fagner e Cássio, do Corinthians, Geromel e Arthur, do Grêmio, Rodrigo Caio, do São Paulo, Diego, do Flamengo, e Lucas Lima, do Palmeiras. São os principais candidatos.

Geromel tem Brasileirão e Libertadores para tentar se garantir na Copa (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Libertadores, Copa do Brasil e Sul-Americana

Os dois torneios internacionais continuam em suas fases iniciais, com os mesmos jogadores citados no item acima em ação. A Copa do Brasil também vai definir nas próximas semanas os classificados para as oitavas de final.

As disputas por vaga

Goleiro:

Cássio, do Corinthians, parecia estabilizado como terceira opção, atrás de Alisson e Ederson. Mas Neto, do Valencia, agradou a Taffarel, que foi observar seus treinamentos, e também ao restante da comissão técnica durante a viagem para os últimos amistosos.
Neto disputa com Cássio uma vaga no Mundial (Foto: Manuel Bruque / EFE)

Lateral-direito:

Danilo disputou vários jogos pelo Manchester City do lado esquerdo, improvisado, o que lhe tirou um pouco o espaço na Seleção. Agora, nem isso. Guardiola tem optado por Laporte para o setor. É a razão do corintiano Fagner ter recuperado espaço. Por fora corre Rafinha, do Bayern de Munique.

Zagueiro:

As campanhas do Grêmio no ano passado impulsionaram Geromel, atual favorito a se juntar a Miranda, Marquinhos e Thiago Silva. Tite adora o futebol de Rodrigo Caio, mas seu desempenho no São Paulo tem sido bem inferior ao do concorrente no outro Tricolor.

Lateral-esquerdo:

A convocação dos últimos amistosos indicou que Filipe Luís estava com um pé na Copa, mas o jogador fraturou a fíbula da perna esquerda em jogo do Atlético de Madrid, e agora corre para tentar voltar a atuar antes da convocação. Alex Sandro, substituto de Filipe, também teve de ser cortado por lesão, mas, com gravidade bem menor. Ele já voltou a atuar pela Juventus.

Filipe Luís se recupera para ter chance de ir à Copa (Foto: Divulgação / Atlético de Madrid)

A última vaga:

Em tese, pertence a um jogador de meio-cam.po, mas Tite vai reservá-la para o que julgar mais necessário num torneio cheio de peculiaridades como a Copa do Mundo. Pode ser de um centroavante com bom cabeceio, como Willian José, de um meia com chegada intensa à área, caso de Talisca, ou de um articulador, como são Diego e Lucas Lima, por exemplo.

Por Alexandre Lozetti, São Paulo