CONTATO

João Maciel Cel/WhatsApp: (68) 99987-8080 Email: joaomacieltk@gmail.com

terça-feira, 16 de outubro de 2018

TARAUACÁ: MORADORA RECLAMA SOBRE NÃO ABERTURA DE RAMAL.


A proprietária de uma área de terra no ramal do Aílton no município de Tarauacá Senhora Dasdores Quirino, usou sua pagina na rede social para reclamar de o porque que a secretaria de obras do município não realizou a abertura do ramal que dar acesso a sua propriedade.

A mesma diz está se sentindo irritada com a prefeitura, tendo em vista que já estamos no período invernoso e os moradores daquela localidade não poderão escoar sua produção no ano de 2018.

Esta disse: Quero aqui postar minha indignação! 

Nós os produtores do ramal do Aílton gostaríamos de saber pq não tivemos direito ao ramal este ano?sendo que várias vezes a equipe prometeu fazer e não cumpriram com a palavra ao contrario , tiraram as máquinas .Será q é pq somos trabalhador e não vivemos para cima e para baixo no caminhão da prefeitura, mesmo q não tenha nada pra vender ou será pq nosso voto não Tem valor?

Finaliza...

Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul vencem seus jogos na rodada de abertura do Copão do Vale do Juruá de Futsal Masculino 2018


A rodada de abertura da 3ª edição do Copão do Vale do Juruá de Futsal Masculino aconteceu na noite desta segunda-feira no ginásio Jáder Machado em Cruzeiro do Sul.

Na primeira partida a Seleção de Rodrigues Alves bateu Guajará pelo placar de 05x03.

Já na partida de fundo a Seleção Cruzeirense venceu Mâncio Lima pelo placar de placar de 05x02.

A competição é dividida em duas chaves. A chave “A” é composta por Rodrigues Alves, Guajará e Ipixuna. Já na chave “B” estão Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Porto Walter.

Classificam-se para a fase semifinal os dois primeiros de cada chave, onde o primeiro da Chave “A” enfrenta o segundo da chave “B” e virse-versa.

A competição tem sequencia na noite desta terça-feira com mais dois jogos:

As 19:00 horas se enfrentam Guajará X Ipixuna. E logo em seguida as 20:00 horas, duelam, Mâncio Lima X Porto Walter.

A competição é organizada pelo liga Cruzeirense de Futsal, que tem como presidente Ralide Mourão. 

Blog do Orleiudo.

sábado, 13 de outubro de 2018

Padre usa a web para falar sobre gays e política com fiéis: 'Sair do arroz com feijão'

Cardoso aborda temas polêmicos pelo Facebook e Whatsapp — Foto: Leticia Gomes

Kleber Cardoso, da Praia Grande, tem seguidores fiéis e resolveu abordar questões polêmicas no Facebook e no WhatsApp.

Conectado praticamente 24 horas por dia, como gosta de dizer, o padre Kleber Luiz Cardoso, 42 anos, encontrou um modo de unir mais de dois mil seguidores no mundo digital. Por meio da página da Paróquia de Santo Antônio, onde atua, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, e de seu perfil pessoal no Facebook, além de listas de transmissão no WhatsApp, ele leva aos fiéis temas até pouco tempo considerados tabus, por meio de postagens e vídeos curtos.

Entre os assuntos polêmicos abordados, estão política, prostituição, homossexualidade, questão carcerária, drogas, educação sexual, ideologia de gênero e aborto. “As pessoas me escrevem comentando que se sentem desafiadas por mim, porque muitos desconhecem os temas debatidos e passam a pesquisar para entender”, afirma Cardoso.

Esse modo de passar mensagens religiosas chamou a atenção em poucos meses. Discussões temáticas no 'Responda se Souber' e no 'Minuto para Deus' são veiculadas todos os dias no Facebook e Whatsapp, a partir de uma pergunta que faz o público pensar além dos limites do convencional. No decorrer do dia, o sacerdote envia reflexões por meio de áudios e textos.

O padre Kleber Cardoso conta que, com os questionamentos diários, não pretende esgotar os assuntos com um aprofundamento completo, e sim fazer com que as pessoas pensem. Além disso, ele leva referências sociais para o público entender o contexto e refletir por mais de um ângulo o assunto.
O padre Kleber Cardoso usa mensagens de texto, áudios e vídeos curtos na evangelização de brasileiros e estrangeiros — Foto: Leticia Gomes

A estratégia empregada pelo padre tem um fundamento filosófico, a maiêutica, técnica utilizada pelo filósofo Sócrates de questionar e incentivar o processo do pensamento. Formado em Filosofia, Teologia e Psicologia, Cardoso se encontra no momento fora da sala de aula. A ligação entre a tecnologia e o sacerdócio é um jeito de não apagar o seu lado acadêmico. “As pessoas ainda olham para mim e falam que eu continuo um professor. Tento manter isso vivo, enquanto estou ocupado com outros planos”, diz.

Todos dias, pela manhã, o padre lança um novo questionamento. Como os cristãos lidam com a questão da homossexualidade é um deles. Ou então, pode ser uma discussão sobre as redes sociais como espaço para evangelização. Os comentários trazem posicionamentos diferentes, e não só dos brasileiros. Boa parte das respostas está em espanhol.

Como religioso, Kleber Cardoso já teve a oportunidade de atuar em vários países da América do Sul, como o Paraguai, onde apresentou dois programas de rádio por quase seis anos, além de celebrar missas. Também foi no país vizinho que iniciou sua experiência com as redes sociais, transitando entre rádio convencional, blogs e canais do YouTube.

Na plataforma de vídeos, e com a assinatura de Padre Clever Luiz Cardoso, ele apresentou o programa Dirección Espiritual. Os vídeos eram gravados em pontos turísticos, onde tirava dúvidas dos fiéis, dava conselhos e trazia reflexões sobre assuntos específicos. Ao todo, foram 42 edições.

Exercendo o sacerdócio há 8 anos, padre passou por países da América do Sul — Foto: Leticia Gomes

Depois de seis anos, o padre tinha duas opções: retornava ao Brasil ou ia para a Colômbia. Cardoso escolheu a segunda opção, e em Bogotá, continuou a lecionar e apresentar um programa de rádio. Ainda hoje, recebe convites para retornar ao país, algo que ele não descarta. “Visitei a Colômbia para conhecer a realidade de lá e me encantei. Teria uma experiência muito próxima à que vivenciei no Paraguai, trabalhando no meio acadêmico. Mostrei meu trabalho, e até hoje me pedem para voltar”, relata.

Natural de São José dos Campos, Cardoso está na Diocese de Santos pela primeira vez. Antes disso, quando vinha visitar a família, celebrava missas esporádicas em capelas de Praia Grande enquanto estava de férias, mas sem possuir ligação com a Paróquia.

Em um fim de semana, o padre reza seis missas para um público que varia de 50 até 400 pessoas por celebração. Na internet, ele alcança números expressivos, e consegue alcançar centenas de pessoas no Facebook e Whatsapp diariamente.

'Heavy user' dos meios digitais, Kleber Cardoso é crítico a respeito das redes sociais. “Elas têm coisas muito banais, inclusive as religiosas. A minha intenção é melhorar um pouco a qualidade daquilo que é veiculado, sair daquela religiosidade arroz com feijão. Quero fazer com que as pessoas pensem”, afirma.

Página da Paróquia Santo Antônio no Facebook tem forte engajamento de usuários — Foto: Leticia Gomes

As mensagens de bom dia com versículos e frases motivacionais também não são bem vistas por ele. “É legal que a pessoa tenha se lembrado de você, mas aquilo é muito raso”. Por isso, a cada resposta nas publicações, ele levanta outro questionamento, com o objetivo de levar o fiel a refletir ainda mais sobre o assunto.

O bom relacionamento com a tecnologia é defendido pelo padre, que vive com sacerdotes mais experientes. “Tento mostrar para os meus companheiros que nós temos de entender a tecnologia e participar, não ficar apenas de sentinela vendo o que as pessoas fazem”, explica.

Apesar da cautela nas redes sociais para abordar os assuntos, o padre admite que ainda há resistência por parte dos usuários mais conservadores. Parte da rejeição pode ser explicada pela carência do contato além das telas, afirma. “Apesar da índole acadêmica, eles têm expectativas em relação a mim como um sacerdote. Querem me ver e ter contato presencial, não só na internet”.

Há fiéis que aprovam tanto o contato virtual que juntam os textos diários em uma espécie de coletânea, e torcem para que o padre publique um livro com o material. Ele não descarta essa hipótese. “Quem sabe um dia”, finaliza.

*Sob supervisão de Alexandre Lopes, do G1 Santos

Miss São Paulo será escolhida neste sábado; conheça as candidatas















A vencedora concorrerá com as representantes dos outros estados brasileiros à coroa de Miss Brasil.

A final do concurso Miss São Paulo Be Emotion acontece na noite deste sábado (13), em São Paulo. A vencedora concorrerá com as representantes dos outros estados brasileiros à coroa de Miss Brasil.

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Minha oração sincera é que as coisas ainda possam mudar e o amor de Cristo chegar aos corações

"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele". (Provérbios 22.6)

Já faz algum tempo. Mas eu me lembro. Fui criada na igreja evangélica. Frequentei cultos, escola dominical, fiz parte do louvor, fazia acampamento para a criançada.

Mas, faz um tempo já que não vou mais à igreja. Foi por um incômodo que eu nunca soube ao certo definir. Um sentimento estranho que me afastou desse local.

Vendo a atual conjectura do país, começo a entender: aquele enjoo que eu sentia era muito provavelmente repulsa à hipocrisia.

Parte da igreja hoje escolhe mais uma vez salvar Barrabás, deixando Cristo e as ideias de Cristo morrerem (Marcos 15).

Parte da igreja hoje está sentada na roda dos escarnecedores (Salmo 1.1) Ora! Tem igreja que é em si a própria roda! Dia e noite pensando o mal, falando o mal, reproduzindo o mal, apoiando publicamente o mal.

Parte da igreja hoje se deixou seduzir pelo pai da mentira: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira." (João 8.44). Atualização: O diabo é o pai das fake news!

Parte da igreja hoje trocou a Graça pelo dente por dente. O ladrão da cruz (Lucas 23) nas mãos dessa igreja não teria o mesmo lindo destino que o da Bíblia. Aqui é assim: ladrão da cruz bom, é ladrão da cruz morto! Direitos humanos para humanos direitos! Já pensou se Jesus fosse assim seletivo também o que seria da gente?

Parte da igreja continua ignorando a parábola do bom samaritano: ama o teu próximo como a ti mesmo. E quem é meu próximo? - perguntou o carinha que queria ir pro céu (Lucas 10). Quem é teu próximo? É o negro que você acha inferior, é a mulher que você subjulga, é o gay que você odeia, é o pobre que você despreza! Tem que amar essas pessoas! Amar o próximo! Amar não é tolerar. Amar não é "mas eu tenho amigos negros e gays". Isso não é amar! Se você ama mesmo, não bate palma para quem humilha e despreza essas ou quaisquer outras pessoas.

Eu sei que não é fácil, que a situação atual do Brasil está lastimável. Sei que a corrupção é algo complicado. Sei que não deveríamos ter que escolher entre o ruim e o menos pior. Mas a resposta para a corrupção é isso mesmo que estamos vendo? Esse é o único caminho? Um povo que crê em um Deus que opera milagres, que acredita no poder transformador da oração, um povo que viu cair maná do céu, que viu as muralhas de Jericó ruírem, que viu o mar se abrir: esse povo vai se entregar a uma solução enganosa de um falso profeta que propaga o ódio e a guerra? Perdemos nossa fé? Estaria a política acima de nossa fé? Estaria a economia acima da nossa humanidade?

Qual é o sentido de ir à igreja se não há mudança real naquilo que somos e pensamos? Se a Graça não nos alcança? Se o perdão não nos alcança? Se o amor não nos alcança? Qual o sentido?

Sem se permitir viver pela Graça, o que mantém cada um indo à igreja é a culpa. Um peso mesmo. Um incômodo irracional que faz a gente continuar indo, domingo após domingo, para um lugar que em nada nos muda, afinal, ao término do culto, nossas ações, palavras e pensamentos continuam manchados pelo ódio, pelo desamor. Quais são os frutos do Espírito? "Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade" (Gálatas 5.22). Onde estão esses frutos, meu irmão, minha irmã? Será só uma musiquinha que me ensinaram quando era criança? É só um versículo que eu decorei para ganhar pontos com a tia da escola dominical? NÃO!

Convido os que se enchem de orgulho ao se proclamarem cristãos, mas escolheram estar do lado oposto daquilo que Cristo representa, a refletir: leiam o Evangelho com a razão e com o coração! Olhem para Jesus! Olhem as coisas que Ele fazia, as histórias que Ele contava! Leiam lá em Atos como funcionava a igreja primitiva!

Mas se isso não funcionar, se é só a culpa que funciona para você, fique com essa: de tanto bradar que sua bandeira nunca será vermelha, por favor, considere que, dependendo dos resultados das próximas eleições, o verde e amarelo vão virar vermelho sim: de sangue. E aí, de um jeito ou de outro, você não vai vencer. Você terá sim a bandeira vermelha contra a qual tanto luta: manchada de sangue. Sangue daquele próximo que a gente devia ter amado. Como vai ficar sua consciência? Será que você vai herdar o Reino dos Céus assim? Você vai pagar pra ver? Ou acha que o inferno está reservado só para os gays e os comunistas?

Peço desculpas pelos momentos de apontar o dedo e pelo tom exaltado ao longo desse desabafo. Eu sei que parece que estou me colocando acima de vocês, mas sei bem que não estou acima de ninguém. Assumo minha falibilidade, imperfeição e abraço minhas limitações diariamente. Sei que haverá pessoas que ignorarão tudo que escrevi. Sei que deve haver um monte de contra-argumentos e outros versículos (provavelmente do Velho Testamento) pra me deixar no chão: não precisam perder tempo - eu já perdi. Por fim, sei que vou ofender alguns e, a esses, peço desculpas de coração. Minha intenção nunca foi essa... mas... é que eu não esqueço, sabe?

"... quando envelhecer não se desviará dele."

Sei que faz tempo que não vou à igreja. Sei que provavelmente nem me consideram mais uma irmã. Mas, eu não esqueço. Não esqueço do que aprendi na igreja. Não esqueço que Deus é amor. Jesus não virou homem, veio para Terra para que os que se dizem seus seguidores simplesmente ignorassem boa parte de seus ensinamentos pra sair atrás de ídolos humanos salvadores da pátria. A gente pode ser melhor e maior que isso.

Minha oração sincera é que as coisas ainda possam mudar. E que a igreja que hoje apoia o ódio caia em si e se lembre daquilo que a gente jamais pode esquecer: "amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor." (1João 4.7-8).

O próximo acima de tudo.

O amor acima de todos.

Porque Deus é amor.

Ana Laura Nakazoni é evangélica, linguista e professora de Língua Portuguesa.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Igreja Assembleia de Deus de Tarauacá prepara o 7º Acampamento Espiritual.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Abertas as inscrições para o III Congresso de Ciência e Tecnologia realizado pelo IFAC


Estão abertas as inscrições para o III Congresso de Ciência e Tecnologia (III Conc&t) do Instituto Federal do Acre (Ifac). O evento, que este ano será realizado em Cruzeiro do Sul, Rio Branco e Sena Madureira, é gratuito e aberto a toda comunidade. Para participar das atividades basta se inscrever pelo link: http://eventos.ifac.edu.br/.

Nesta edição, o III Conc&t tem como tema “Caminhos para formação cidadã: No contexto do ensino, pesquisa e extensão” e será realizado nos dias 13 de novembro (Cruzeiro do Sul), 20 de novembro (Sena Madureira) e 27 de novembro (Rio Branco).

Professores e estudantes do Ifac, como de outras instituições ensino, que desenvolvem projetos de ensino, pesquisa e extensão terão espaço para apresentarem os resultados e experiências vivenciadas com as atividades através de pôsteres.

Os trabalhos inscritos deverão seguir as normas de submissão e integrarem um dos eventos contido no III Congresso de Ciência e Tecnologia do Ifac. Os modelos de resumo e de pôster para apresentação podem ser acessados na página oficial do evento: http://web.ifac.edu.br/conct/.

Durante o III Conc&t serão realizados também o VI Seminário de Iniciação Científica, IV Seminário de Pós-Graduação, V Ifac Empreendedor, III Mostra de Internacionalização, III Mostra de Extensão Tecnológica, III Mostra de Esporte, V Mostra de Arte e Cultural, III Palco Cultural, Pibid em Ação, Compartilhando Experiências de Monitoria, Relatos de Estágio Curricular Supervisionado e Práticas Profissionais, Relatos de Práticas Inclusivas e Relatos de Práticas Pedagógicas.

ac24h.

Bombeiros canadenses enfrentam 'tornado de fogo' durante combate a incêndio florestal


'Tornado de fogo' no Canadá — Foto: INSTAGRAM @MAR.LOWSKY/via REUTERS

Bombeiros que tentavam apagar um dos vários incêndios florestais que atingem o oeste do Canadá foram surpreendidos por um tornado de fogo que arrancou sua mangueira, em uma situação aterradora.

O tornado formado por fumaça, fogo e cinzas arrebatou a mangueira de um grupo de bombeiros que combatia as chamas ao longo de uma estrada de terra nos arredores de Vanderhoof, na Columbia Britânica.

Um membro do grupo, a bombeira M.C. Schidlowsky, publicou no Instagram um vídeo no qual três de seus companheiros lutam para não ser arrastados pelo tornado, enquanto tentam controlar a mangueira.

"Um tornado de fogo destruiu nossa linha", escreveu Schidlowsky. "Lançou troncos em chamas em nossa direção por 45 minutos e jogou nossa mangueira a mais de 30 metros no ar. É definitivamente algo inédito".

Uma área recorde de 1,3 milhão de hectares de florestas na Columbia Británica foi devorada por 2.066 incêndios nos meses recentes, alimentados pelo clima quente e seco.

Atualmente, 333 incêndios florestais persistem, segundo as autoridades, incluindo 10 que permanecem desde junho.

Bombeiro tem mangueira levada por 'tornado de fogo' no Canadá — Foto: INSTAGRAM @MAR.LOWSKY/via REUTERS